quinta-feira, 6 de julho de 2017

10 Filmes com Atores que Morreram no 1º Semestre de 2017


A cada semestre, o Listas de 10 homenageia os atores e atrizes que morreram no período anterior.
Na primeira metade de 2017, como sempre acontece, foram muitas as perdas, e bastante significativas.
Esta lista não traz diretores ganhadores de Oscar como Jonathan Demme e John G. Avildsen, nem técnicos como o fotógrafo Michael Ballhaus e o roteirista William Peter Blatty, apenas atores.
Vejam alguns dos astros que se foram nos últimos seis meses na ordem de suas mortes.

1.  John Hurt - 1984 (25/01. aos 77 anos de câncer pancreático. em 55 anos de carreirra, o inglês Hurt fez cerca de 200 filmes. se as novas gerações vão lembrar dele como o fabricante das varinhas mágicas de Harry Potter, sua carreira é bastante sólida com dezenas de prêmios, incluindo duas indicações ao Oscar por 'Expresso da Meia-Noite' e pelo papel título do comovente 'O Homem Elefante'. outras interpretações memoráveis foram no primeiro 'Alien' e o personagem central da versão definitiva do livro de George Orwell '1984') 

2.  Mary Tyler Moore - Gente Como a Gente (25/01. aos 80 anos de parada cardiopulmonar. a atriz novaiorquina é um produto da televisão. celebrizou-se numa série cômica de muito sucesso nos anos 1970, que levava seu nome, 'The Mary Tyler Moore Show', mas fez diversas participações no cinema, como no divertido 'Positivamente Millie'  de George Roy Hill e no ótimo drama vencedor do Oscar: 'Gente como a Gente', dirigido por Robert Redford e que lhe valeu sua única indicação ao Oscar)

3.  Emmanuelle Riva - Amor (27/01. aos 89 anos de câncer. antes de tornar-se a mais velha atriz a ser indicada ao Oscar - e vencer outras dezenas de premiações - pelo comovente 'Amor' de Michael Haneke, a diva francesa vinha de uma carreira sólida, com clássicos como 'Hiroshima, mon Amour' de Alain Resnais e no papel título de 'Thérèse Desqueyroux', que lhe valeu o prêmio de melhor atriz em Veneza))

4.  Bill Paxton - Twister (25/02. aos 61 anos de derrame durante uma cirurgia. talentoso ator de cinema e tv, indicado a 3 Golden Globes pela série 'Amor Imenso' sobre poligamia. diretor de 2 bons filmes: 'O Melhor Jogo da História' e 'A Mão do Diabo'. estrela de dezenas de filmes de primeira linha como 'Aliens', 'Titanic', 'Apolo 13', 'No Limite do Amanhã', 'Um Plano Simples' e 'True Lies'. destaco a empolgante aventura 'Twister' em que interpreta um caçador de tempestades)

5.  Tomas Milian - Identificação de uma Mulher (22/03. aos 84 anos, vítima de infarto. cubano de nascimento, formado pelo Actor's Studio de Lee Strasberg, Milian optou por desenvolver sua carreira principalmente na Itália.dos westerns spaghetti, entre eles o curiosíssimo 'O Cangaceiro - Rebelião de Brutos', rodado no Brasil em 1970. mas foi dirigido por diversos cineastas icônicos, como Bertolucci - 'La Luna' - e Visconti - Bocaccio 70 - e em filmes americanos como 'Traffic', 'Amistad' e 'JFK'. destaco seu protagonista do belo e pouco lembrado penúltimo filme do mestre MIchelangelo Antonioni)

6.  Nelson Xavier - Chico Xavier (10/05. aos 75 anos de câncer. destacado ator paulista, conhecido por seus papeis em novelas e no teatro, mas sua praia mesmo era o cinema, onde fez pelo menos 55 longas, desde o cinema novo; como 'O Mágico e o Delegado', 'A Despedida' e 'A Queda', que ele co-dirigiu com Ruy Guerra e foi premiado com o prêmio especial do júri em Berlin. seu grande papel veio ao encarnar o líder espírita Chico Xavier no filme de Daniel Filho, personagem que ele repetiria em 'As Mães de Chico Xavier')

7.  Powers Boothe - Jim Jones - A Tragédia da Guiana (14/05. aos 68 anos de câncer pancreático. destacado ator de tv e cinema, de voz grave, estrelou filmes como 'Floresta das Esmeraldas' filmado no Brasil por John Boorman e em séries como 'Deadwood', mas seu grande papel foi na minissérie sobre a vida do pastor Jim Jones, que lhe valeu o Emmy de melhor ator))

8.  Roger Moore - 007 O Espião que Me Amava (23/05. aos 89 anos de câncer. britânico conhecido por séries importantes dos anos 1960 como 'Maverick', 'Ivanhoé' e, principalmente 'O Santo'. mesmo tendo participado de dezenas de filmes e séries de televisão, Moore sempre será lembrado como o segundo James Bond, que interpretou em sete filmes. destaco o quarto da série, quando ele estava mais à vontade no personagem)

9.  Adam West - Batman, o Homem Morcego (09/06. aos 89 anos de câncer. West teve crédito em cerca de 200 filmes, séries e até videogames como ator ou dublador, mas o único personagem pelo qual será lembrado é o do homem morcego da série pop de 120 episódios, lançados originalmente entre 1966 e 1968, mas cultuados até hoje)

10.  Michael Nyqvist - Os Homens que Não Amavam as Mulheres (27/06. aos 56 anos de câncer no pulmão. o ator sueco de 'Bem-Vindos' e vilão dos blockbusters 'Missão Impossível: Protocolo Fantasma' e 'John Wick', teve seu grande papel, o jornalista Mikael Blomkvist, na excelente trilogia original 'Millenium')

Outros atores importantes:

Darlene Cates (Gilbert Grape), Christine Kaufman (Bagdad Café), Glenne Headly (Mr. Holland Adorável Professor), Michael Parks (Kill Bill), Dina Merrill (Disque Butterfield 8), Warren Frost (Twin Peaks).

Wendell Burton (Os Anos Verdes), Richard Hatch (Galactica), Miguel Ferrer (Iron Man 3), Stephen Furst (O Clube dos Cafajestes), Barbara Hale (Aeroporto), Clifton James (007 - Viva e Deixe Morrer).


Veja ainda: "10 Filmes com Atores que Morreram no 2º Semestre de 2016"


sexta-feira, 16 de junho de 2017

10 Filmes Chilenos


O cinema chileno remonta ao início do século XX, com as primeiras imagens gravadas em 1902 e o primeiro filme em 1910. Nas décadas seguintes foram poucos os filmes de sucesso localmente, como "El Diamante de Maharajá" de 1946.
A década de 1960 viu o desenvolvimento do chamado "Novo Cinema Chileno" com ótimos filmes como "Tres Tristes Tigres" de 1968, vencedor do festival de Locarno; "El Chacal de Nahueltoro" e "Valparaíso, Mi Amor", ambos de 1969.
Com o golpe militar de 1973, a produção local cessou quase completamente, com alguns de seus principais cineastas tendo que trabalhar no exílio.
Após o fim do regime de Pinochet, a produção voltou com força e sucessos como 
'Johnny Cien Pesos' (1993), 'Historias de Fútbol' (1997), 'Gringuito' (1998), 'El Chacotero Sentimental: la película' (1999), 'Sexo con Amor' (2003), 'Subterra' (2003) e 'Stefan v/s Kramer' (2012).
Esta lista traz 10 outros filmes feitos recentemente e que merecem ser conhecidos.

1.  A Vida dos Peixes (Matías Bize, 2010um jornalista que optou por uma vida solitária, sempre viajando, visita seus amigos em Santiago durante uma festa, reabrindo velhas feridas. um filme intenso, com a câmera sempre em close ou em rápidas subjetivas, a trilha forte e envolvente, a ponto de suspender a respiração do espectador do começo ao fim. diálogos cortantes, brilhantes, num roteiro simples e sem concessões. uma excelente maniera de ser apresentado ao cinema chileno)

2.  Poesia Sem Fim (Alejandro Jodorowsky, 2016. autobiografia poética deste importante cineasta que, durante o regime militar, optou por seguir carreira na Europa e México realizando filmes surrealistas desconcertantes como 'A Montanha Sagrada' e 'El Topo'. o filme conta da sua infância ao seu amadurecimento como artista no Chile, chegando até sua partida. divertido e lúdico, é o filme mais linear do ousado diretor, um prazer a ser degustado por cinéfilos, mas difícil para o espectador comum)

3.  A Criada (Sebastián Silva, 2009uma empregada trabalha para uma família de classe média alta chilena há 23 anos e sente-se parte da família. mas ela é infeliz e não tem uma vida fora de lá. quando ela adoece, a patroa tenta colocar uma ajudante para ela, mas ela dá um jeito de espantar todas as candidatas, até conhecer uma que vai mostrar-lhe que o mundo vai além da casa. um belo filme, que representou o Chile no Globo de Ouro de filme estrangeiro)

4.  O Clube (Pablo Larraín, 2015quase um filme de terror. aos poucos a maldade de cada personagem vai se desvendando, causando um incômodo quase insuportável. a narrativa por vezes é confusa, mas até isso joga ao seu favor. um grupo eclético de sacerdotes convive com uma freira, em uma casa isolada na costa chilena. quando não estão orando, eles treinam seu cachorro de corrida. com a chegada de um novo sacerdote, começamos a descobrir os motivos que os levou até ali. indicado ao Golden Globe e vencedor do grande prêmio do júri em Berlim)

5.  Nostalgia da Luz (Patricio Guzmán, 2010. um belo documentário que parte da analogia entre a busca de estrelas no espaço com a busca pelos restos de prisioneiros políticos chilenos no deserto do Atacama. algumas passagens são tão poderosas quanto um soco no estômago. filosófico, agoniante, raro, lindo) 

6.  No (Pablo Larraín, 2012importante retrato da história da América Latina, sobre o plebiscito que buscava legitimar o mandato do ditador Augusto Pinochet, mas acabou por derrubá-lo do poder depois de 15 anos de repressão e torturas. um filme bem estruturado e emocionante. um raro testemunho a favor dos marqueteiros políticos, tão denegridos hoje em dia)

7.  Na Cama (Matías Bize, 2005outro - na verdade o primeiro - ótimo filme do jovem diretor, que na época tinha apenas 25 anos. como em 'A Vida dos Peixes', o ponto alto é o roteiro de Julio Rojas, bem tramado, com diálogos exatos e ótimo timing. a cama é o lugar onde as pessoas amam, sonham e traem. este filme, que tem como único cenário um quarto de motel e apenas dois personagens, apresenta a história do casal de estranhos Bruno e Daniela. eles se conheceram poucas horas antes em um café e agora estão numa cama de motel. sobre ela, os dois irão fazer amor, contar suas vidas, dividir sonhos, verdades, mentiras, medos e anseios. ao fim da noite, a intimidade entre ambos é tão forte quanto fugaz, pois irá durar apenas até o amanhecer.)

8.  Machuca (Andrés Wood, 2004no Chile dos anos 70, onde a discriminação por raça ou classe social ainda eram corriqueiras, dois garotos de 11 anos vivem em Santiago. o primeiro, numa bela casa situada num bairro de classe média. o outro, num humilde povoado ilegal instalado a poucos metros de distância da escola. dois mundos separados por uma muralha invisível. em meio à política comunista instalada por Salvador Allende no país, o diretor decide fazer uma integração entre estes dois universos, abrindo as portas do colégio para os filhos das famílias do povoado. é assim que os dois meninos vão parar na mesma classe, ponto de partida para uma amizade cheia de descobertas e surpresas, que acontece paralelamente ao clima de enfrentamento que vive a sociedade chilena na violenta transição de Allende para Pinochet. um engenhoso painel que ilustra bem este conturabado período)

9.  Glória (Sebastián Lelio, 2013uma história banal que cresce com a força surpreendente de sua protagonista, Paulina Garcia - premiada como melhor atriz em Berlim -, que dá verdade à personagem. em Santiago, uma mulher solitária de 58 anos, cujos filhos já saíram de casa há algum tempo se recusa a ficar sozinha em casa às noites e tem o hábito de ir a bailes dedicados à terceira idade. lá ela conhece vários homens, com os quais costuma se empolgar e, tempos depois, se decepcionar. a situação muda quando conhece um ex-oficial da Marinha por quem se apaixona, mas logo é obrigada a confrontar alguns dos seus segredos mais obscuros)

10.  Violeta foi para o Céu (Andrés Wood, 2011a vida, a obra, a memória, os amores e as esperanças de Violeta Parra, cantora, compositora, poeta e pintora que é um dos maiores ícones da arte popular latino-americana. o filme destaca sua personalidade errática e explosiva até sua morte em 1967. a energética encarnação que Franciasca Gavilán fez da artista vale o filme)

Menções honrosas: Ilusões Óticas, Neruda, Tony Manero, O Botão de Pérola, Sexo com Amor, Post Mortem, Meu Melhor Inimigo, Matar a Todos, Matar um Homem, Drama, Bonsai, Nos Tons de Cinza, El Bosque de Karadim, La Memoria del Agua...


Veja ainda: "10 filmes Uruguaios"




quarta-feira, 31 de maio de 2017

10 Filmes sobre Exploradores


É da natureza humana explorar o desconhecido e, até por isso, evoluímos tanto em tão pouco tempo de existência.
Abrir horizontes, quebrar paradigmas e "to boldly go where no man has gone before"* é o que move os exploradores desde que o mundo é mundo.
Esta lista traz alguns desses destemidos aventureiros e suas viagens de descobertas.

1.  Aguirre, a Cólera dos Deuses (baseado em personagens históricos. em meados do século XVI, na selva peruana, o espanhol Pizarro lidera uma expedição em busca da lendária Eldorado, quando um de seus homens, Lope de Aguirre - Klaus Kinski - consumido pela loucura, sonha conquistar a América. o diretor Werner Herzog se concentra em mostrar os efeitos emocionais sofridos por homens em situações limite)

2.  Expedição Kon Tiki (a história do explorador norueguês Thor Heyerdal, que em 1947 percorreu mais de quatro mil milhas em uma balsa no pacífico. na tentativa de provar que o percurso entre a America do Sul e a Polinésia pode ter sido realizado no período pré-colombiano. um filme impressionante e com lindas imagens oceânicas sobre a coragem de um cientista em busca de provar suas teorias, mesmo arriscando a própria vida)

3.  O Novo Mundo (a história dos primeiros colonizadores da Virgínia, um ambiente hostil e pantanoso da América, a partir de 1607, inspirada no romance entre a princesa Pocahontas e o capitão John Smith. o diretor Terrence Malick, detalha lentamente a admiração com que os personagens exploram o mundo desconhecido à sua maneira, o inglês belicista numa sociedade onde inexiste a inveja e a ganância  e a indígena curiosa pelo ambiente requintado da aristocracia britânica. linda fotografia de Emmanuel Lubezki)

4.  Z - A Cidade Perdida (a história real do explorador britânico Percy Fawcett - Charlie Hunnam -, que viaja à Amazônia numa missão cartográfica para mediar uma contenda entre Bolívia e Brasil no início do século XX e descobre evidências de uma civilização avançada desconhecida que pode ter habitado a região. ridicularizado pela sociedade geográfica, que atribui sua descoberta à mítica busca por El Dorado, ele luta para organizar novas expedições. o diretor James Gray consegue um resultado ao mesmo tempo intimista e empolgante)

5.  O Abraço da Serpente (um explorador europeu conta com a ajuda de um xamã para percorrer o rio Amazonas. gravemente doente, ele busca uma lendária flor que pode curar sua enfermidade. quarenta anos depois, a trilha é seguida por outro explorador que tenta convencer o mesmo indígena a ajudá-lo. um filme difícil, mas que recompensa a atenção dispensada com as descobertas de um mundo que não existe mais, onde o ambiente perde sua virgindade de forma irreversível. bela fotografia em preto e branco, ótimas atuações de atores pouco experientes. representou a Colômbia no Oscar)

6.  Os Eleitos (depois de explorar todos os rincões do planeta, restou aos exploradores saírem para o espaço. este clássico de Philip Kaufman, conta a história da formação da NASA e do programa Mercury que veio a formar os primeiros astronautas, com destaque para o lendário Chuck Yeager, o primeiro homem a quebrar a barreira do som)

7.  As Montanhas da Lua (durante uma perigosa expedição na Áfricano século 19, o geógrafo, escritor e explorador, Richard Francis Burton é salvo pelo tenente John Hanning Speke e tornam-se amigos. logo eles, juntos, são financiados pela Real Sociedade Geográfica britânica para uma missão em busca da fonte do rio Nilo. dirigido pelo ótimo Bob Rafelson em 1990, retrata a era de ouro das explorações do ponto de vista humano da amizade entre os dois aventureiros)

8.  1492 - A Conquista do Paraíso (o ponto alto das explorações foi a chegada de Cristóvão Colombo à América no século 15. Ridley Scot retrata vinte anos da vida do navegador - Gerard Dépardieu -, desde quando se convenceu de que o mundo era redondo, passando pelo empenho em conseguir apoio financeiro da Coroa Espanhola para sua expedição, até sua decadência na velhice. feito sob encomenda para aproveitar os 500 anos da descoberta, é uma obra pouco inspirada)

9.  Perdido em Marte (a provável nova fronteira humana é o planeta Marte. sobre ele foram feitos alguns filmes. o melhor até aqui - em minha opinião - é sobre um cosmonauta - Matt Damon - enviado ao planeta e, após uma severa tempestade, é dado como morto e abandonado pelos colegas. ele acorda sozinho em Marte com escassos suprimentos, sem saber como contatar os companheiros para retornar à Terra. também dirigido por Ridley Scott é divertido e eletrizante)

10.  O Sal da Terra (um dos grandes exploradores modernos é o fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado, este documentário dirigido pelo seu filho e por Wim Wenders, conta um pouco da sua trajetória e o seu ambicioso projeto "Gênesis", expedição que teve como objetivo registrar civilizações e regiões do planeta até então inexploradas) 

Outros filmes importantes no tema: Star Trek (a série), Taboo UK (a série), Prometheus, Dersu Uzala, Up - Altas Aventuras, As Aventuras de Stanley e Livingstone, Cristóvão Colombo: A Aventura do Descobrimento,  Interestelar, Criação, Congo, El Dorado, Cabeza de Vaca...


Veja ainda: "10 Filmes sobre Fotógrafos"



* referência a frase de abertura da série Star Trek.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

10 Filmes Premiados em Cannes 2017


O festival de Cannes foi criado em 1946 e é, de longe, a mais importante das mostras de cinema. De nomes consagrados a diretores estreantes, o festival procura garimpar o que de melhor se produz no mundo.
Nesta 70a. edição, o júri comandado por Pedro Almodóvar dividiu a premiação entre filmes fortes e provocativos.
Esta lista traz 10 filmes que não assisti ainda e, conforme os veja, vou adicionar comentários a cada um dos premiados.

1.  The Square (Palma de Ouro. dirigido pelo sueco Ruben Östlund do ótimo 'Força Maior', é uma sátira mordaz do mundo da cultura. Claes Bang interpreta o arrogante curador de um museu ultrachique de arte vanguardista em Estocolmo. a tal arte conceitual que apresenta é uma paródia de si mesma. o ponto alto é uma performance de um artista imitando um gorila durante um jantar de gala entre os ricos patrocinadores) (clip)

2.  120 Battements par Minute (Grand Prix. do francês  Robin Campillo, roteirista de 'Entre os Muros da Escola' e diretor de 'Eastern Boys' e 'Les Revenants', um drama tocante sobre a indiferença geral quando do surgimento da Aids, emoldurando uma história de amor entre um militante soropositivo e um novato não contaminado. pesado, longo e incômodo) (trailer)

3.  O Estranho que Nós Amamos (Melhor Direção - Sofia Coppola. refilmagem do ponto de vista feminino do suspense 'The Beguiled' de 1971, sobre um cabo da União - Colin Farrel - que, durante a guerra civil americana, é e encontrado ferido e levado para um internato de mulheres, onde causará uma perigosa tensão sexual. no elenco estelar: Nicole Kidman, Krinsten Dunst e Elle Fanning) (trailer)

4.  You Were Never Really Here (Melhor Ator - Joaquin Phoenix e Melhor Roteiro - Lynne Ramsay, baseado no livro de Jonathan Ames. thriller dirigido pela escocesa Lynne Ramsay de 'Precisamos Falar sobre Kevin' sobre um veterano de guerra, que vive de trabalhos marginais, como matar pessoas, e é contratado por um senador para resgatar sua filha pré-adolescente do tráfico sexual. Claro, tudo dá errado) (teaser)

5.  Aus dem Nichts / In the Fade (Melhor Atriz - Diane Kruger. do alemão, de ascendência turca, Fatih Akin dos excelentes 'Contra a Parede' e 'Do Outro Lado'. é um drama sobre uma mulher que se desespera com a morte do marido imigrante e do filho de seis anos num atentado à bomba. depois de um período de depressão, ela decide investigar por conta própria) (trailer)

6.  Nelyubov / Loveless (Prêmio do Júri. do russo Andrey Zvyagintsev de 'Leviathan'. sobre um casal prestes a se divorciar, cujo filho de 12 anos desaparece durante uma das discussões sobre sua custódia, que nenhum deles quer assumir. a cena do garoto escutando em silêncio a briga parece ser de cortar o coração) (trailer)

7.  The Killing of a Sacred Deer (Melhor Roteiro - Yorgos Lanthimos e Efthymis Filippou. do grego Yorgos Lanthimos dos cultuados 'Dente Canino' e 'O Lagosta'. após a morte de um paciente, um brilhante cirurgião cardíaco - Colin Farrell - tenta trazer o filho adolescente deste para o convívio de sua família disfuncional. o rapaz então se vinga envenenando os filhos do médico. o estilo desconcertante do diretor/roteirista se sobrepõe à trama) (clip

8.  Jeune Femme (Camera d'Or - Léonor Serraille. a diretora estreante francesa conta a história de uma jovem mulher de 31 anos que após brigar com seu namorado dominador, perambula sozinha por Paris com seu gato, feliz com as novas perspectivas e buscando abrigo com amigos e conhecidos. um retrato otimista de sua geração)

9.  Makala (Grande Prêmio da Semana da Crítica. documentário do francês Emmanuel Gras. no Congo, um jovem carvoeiro sonha com um futuro melhor para sua família. com sua força de vontade, leva o máximo de carvão que consegue para vender na cidade. críticos destacaram a repetição exaustiva das desgraças da vida da personagem, um coitadismo bem ao gosto do presidente deste júri, o brasileiro Kléber Mendonça Filho)

10.  Lerd / A Man of Integrity (Prêmio Um Certo Olhar. o júri desta mostra paralela, presidido por Uma Thurman escolheu o drama do iraniano Mohammad Rasoulof. seu filme foi feito em segredo, com poucos recursos para driblar a censura do país. estuda os efeitos da corrupção na vida de um homem e sua família. um homem honesto decide sair de Teerã com a mulher e o filho para uma vida mais tranquila no campo, onde cria peixes dourados, enquanto sua mulher é diretora de escola. aos poucos ele vê o ambiente que o rodeia se contaminando de corrupção, chantagens e extorsões, mas tenta manter sua honestidade)

Extra:  Gabriel e a Montanha (Visionary Award - Semana da Crítica. o único filme brasileiro premiado este ano, dirigido por Fellipe Barbosa, do ótimo 'Casa Grande'. um jovem aventureiro cheio de planos para sua vida acadêmica, antes de ingressar numa universidade americana, decide partir para a África. durante a viagem, decide subir o Monte Mulanje, um dos mais altos do Malawi. por conta disso, sua história se torna trágica. deve ser um bom filme) (clip


Veja ainda: "Os 10 Vencedores de Cannes (2001-2010)"


Todas as Listas



sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Os 10 Filmes de Maior Bilheteria em 2016


Quantidade nunca foi sinônimo de qualidade, mas até que os sucessos de bilheteria de 2016 em todo o mundo não são assim tão ruins. Todos são produções caríssimas e, salvo algumas exceções são ótimos filmes.
Apenas os 20 primeiros colocados somaram mais de 13 bilhões de dólares em renda pelo mundo todo. Outro detalhe é que os quatro primeiros colocados são produções da Buena Vista, distribuidora da Disney e Marvel.
A grande novidade da lista é a presença de dois blockbusters chineses entre os 20 primeiros praticamente apenas com suas bilheterias locais: 'The Mermaid' e 'Monster Hunt' são comédias fantásticas cheias de ação e piadas bem ao gosto chinês. Sugiro superar o estranhamento e tentar.
Aqui estão os 20 filmes de maior bilheteria de 2016 em todo o mundo, com destaque para os 10 primeiros. As rendas estão em milhares de dólares e os percentuais se referem respectivamente à arrecadação nos Estados Unidos e nos demais países.

1.  Capitão América: Guerra Civil (Buena Vista - US$ 1.153.300 - 35,4% x 64.6%este capítulo consegue a proeza de aumentar o número de personagens  - Viúva Negra, Feiticeira Escarlate, Visão, Falcão, Máquina de Combate, Homem de Ferro - e ainda assim desenvolver cada um deles satisfatoriamente. o excesso de cenas de ação e a longa duração o tornam cansativo, mas não menos espetacular)

2.  Procurando Dory (Buena Vista - US$ 1.,027.800 - 47.3% x 52.7%é decepcionante rever a encantadora Dory como protagonista. não tem fôlego para um longa e mais parece uma exploração oportunista de um personagem que deu certo uma vez. os filmes da Pixar nunca deixam de ter alguma graça, mas dava para esperar coisa bem melhor)

3.  Zootopia (Buena Vista - US$ 1.023.800 - 33.3% x 66.7%. uma adorável fantasia da Disney sobre o comportamento do humano urbano adaptado aos diferentes animais. várias situações bem pensadas, ótimas piadas e o ritmo certo de ação fazem um filme muito agradável)

4.  Mogli: O Menino Lobo (Buena Vista - US$ 966.600 - 37.7% x 62.3%tecnicamente impressionante, mas, assim como os cenários e personagens em CGI, lhe falta alma. tanta marcação de cena tira a graça e naturalidade e cansa grandes e pequenos espectadores. acerta, porém, ao recuperar as canções do desenho animado)

5.  Pets: A Vida Secreta dos Bichos (Universal - US$ 875.500 - 42.1% x 57.9%o ponto de partida é ótimo, mas as situações do desenvolvimento se apoiam em alguns clichês de roteiro. ao seu favor, tem boas piadas e personagens engraçados. quem gosta de pets - e todo mundo gosta - vai se divertir)

6.  Batman vs Superman: A Origem da Justiça (Warner - US$ 873.3 - 37.8% x 62.2%. longo, denso e cansativo, mas consegue dar alguma profundidade aos personagens. a trama é bem construída, mas se arrasta ao longo de 3 horas. o alívio vem com a aparição surpresa da Mulher Maravilha)

7.  Rogue One: Uma História Star Wars (Buena Vista - S$ 817.400 - 54.7% x 45.3%spin-off feito para completar as lacunas entre os episódios 3 e 4 da série. as soluções são convincentes, mas o filme abusa das cenas de ação e batalhas improváveis onde morrem 100 stormtroopers para cada rebelde. funciona bem, Felicity Jones está bem, o final é correto, mas são os poucos fan-services que dão um gosto de que "boa mesmo é a série oficial". é bem inferior ao episódio 7)

8.  Deadpool (Fox - US$ 783.100 - 46.4% x 53.6%os filmes de super-heróis são melhores quanto menos se levam a sério. e este definitivamente não se leva a sério. Irônico, grosseiro, politicamente incorreto, diverte sem constrangimentos. Ryan Reynolds está ótimo no personagem)

9.  Animais Fantásticos e Onde Habitam (Warner - US$ 777.700 - 29.1% x 70.9%talvez falte um pouco de substância na construção dos personagens, mas a trama e os inúmeros elementos cativantes do roteiro são tão legais que pouco importa. o "Harry Potter adulto" é divertido e envolvente. o elenco é todo simpático, especialmente os coadjuvantes digitais)

10.  Esquadrão Suicida (Warner - US$ 745.600 - 43.6% x 56.4%. difícil achar alguém que defenda essa aventura dos vilões da DC. deu tudo errado. a produção caríssima não evita a impressão de que os personagens estão saindo de uma festa de Halloween. a direção frouxa não tem timing e não sabe o que fazer com o ótimo elenco. o roteiro desperdiça bons personagens. uma pena. pior ainda é que foi bem nas bilheterias e é capaz de gerar continuações)

 11 Doutor Estranho (Buena Vista - US$ 658.000 - 35.0% x 65.0%)
12 A Sereia (Mei ren yu) (Sony - US$ 553.800 - 0.6%  x 99.4%)
13 X-Men: Apocalypse (Fox - US$ 543.900 - 28.6% x 71.4%)
14 Kung Fu Panda 3 (Fox - US$ 521.200 - 27.5% - 72.5%)
15 Warcraft (Universal - US$ 433.500 - 10.9% - 89.1%)

16 Jason Bourne (Universal - US$ 415.200 - 39.1% x 60.9%)
17 A Era do Gelo:(O Big Bang (Fox - US$ 407.700 - 15.7% x 84.3%)
18 Moana (Buena Vista - US$ 405.500 - 53.4% x 46.6%)
19 Independence Day: O Ressurgimento (Fox - US$ 389.700 - 26.5% x 73.5%)
20 Upa - Meu monstro favorito (Zhuo yao ji) (FilmRise - US$ 385.300 - 0.0% x 100.0%)

Veja ainda: "Os 10 melhores Filmes de 2016"




LinkWithin

Related Posts with Thumbnails