quarta-feira, 23 de março de 2011

10 Filmes com Coelhos



Os coelhos são simpáticos mamíferos, peludinhos e fofinhos, mas no cinema eles são sempre cheios de personalidade, muitas vezes sinistra, em contraponto a sua aparência.
Esta lista traz 10 filmes com ou sobre coelhos dos mais variados tipos.


1.  Meu Amigo Harvey (James Stewart é um cara legal, mas bebe um pouco demais e tem um amigo imaginário, um coelho de 2 metros de altura. todos acham graça, menos sua irmã, que tenta interná-lo num hospício, mas acaba ela mesma internada. o filme de 1950 brinca com a sanidade e virou cult nos EUA, tanto que sua refilmagem foi anunciada em 2009 por Steve Spielberg, que parece ter desistido)


2.  Space Jam, o Jogo do Século (o coelho Pernalonga foi criado em 1940 e estrelou centenas de filmes curtos até chegar ao cinema neste longa sobre alienígenas que querem levá-lo e aos seus amigos para serem atrações num parque de diversões espacial, mas têm a chance de decidir sua permanência num desafio de basquete contra os aliens, para o qual convocam Michael Jordan. ótima mistura de desenho e atores)


3.  Uma Cilada para Roger Rabbit (em 1947 em Hollywood, desenhos e humanos convivem normalmente. o coelho Roger é o astro de curtas da época está deprimido e o estúdio contrata um detetive - Bob Hiskins - para seguir Jessica, a esfuziante esposa do coelho e descobrir o que está se passando. dirigido por Robert Zemeckis, é até hoje a melhor mistura de animação e atores do cinema)


4.  Alice no País das Maravilhas (um coelho branco, com um relógio de bolso é o que leva a menina Alice a cair em sua toca e ser transportada a Wonderland. bem vestido, mas apressado e atrasado, ele repete na versão nacional: "é tarde, é tarde, é tarde! tão tarde até que arde")


5.  Donnie Darko (Jake Gyllenhaal é um rapaz que tem alucinações com um coelho demoníaco, Frank, que lhe avisa que o mundo vai acabar em 28 dias. na noite seguinte uma turbina de avião cai sobre sua casa e o coelho o obriga a cometer uma série de vandalismos. clássico cult de Richard Kelly)


6.  Wallace e Gromit a Batalha dos Vegetais (com a aproximação da competição anual de vegetais gigantes, a dupla começa a faturar alto com seu negócio de controle de pragas, o "anti-pesto", que espanta os coelhos das plantações, mas surge durante as noites um coelho monstruoso, o were-rabbit, que não pode ser vencido facilmente. ganhou o Oscar de animação)


7.  Monty Python e o Cálice Sagrado (dentre os absurdos do clássico dos Monty Python há uma sequência especialmente hilária, que envolve um perigoso coelho assassino, guardião da caverna de Caerbannog. o roedor também foi parar no teatro, na peça Spamalot)


8.  Bambi (para não dizer que não falei dos fofinhos, Thumper ou Tambor, o melhor amigo do Bambi no desenho clássico da Disney, que ensina a ele vários truques e mantém uma amizade fiel da infância até ficarem adultos. fofo)


9.  A Noite dos Coelhos (coelhos gigantescos, desenvolvidos em laboratório, fogem e atacam os habitantes de uma cidadezinha... já vimos esse enredo até com tomates, mas esse aqui é especialmente bizarro. nunca consegui assistir inteiro, mas as cenas que vi já foram suficientes. trash total!)


10.  Rabbits (David Lynch fez esse filme de 50 minutos para ser exibido em seu website em nove episódios. nele três atores - Scott Coffey, Naomi Watts e Laura Harring - em fantasias de coelhos e num único cenário, encenam uma sitcom sem sentido, onde os diálogos estão completamente embaralhados. um quebra-cabeças dos mais esquisitos do diretor)


Veja ainda: "10 Filmes com Gatos"

domingo, 20 de março de 2011

10 Filmes sobre Cegueira

O cinema é uma arte visual.
A privação deste sentido, parece ser ainda mais impactante na tela grande, com efeitos dramáticos muito ricos.
Grandes personagens cegos fazem parte da história do cinema.
Esta lista, como todas do blog, é limitada a apenas dez filmes, o que me fez deixar vários de fora. Tanto que precisei trapacear um pouquinho e fazer uma lista de menções honrosas. Estejam à vontade para sugerir outros títulos. 


1.  Ensaio sobre a Cegueira (um misteriosa doença atinge rapidamente toda a população de uma cidade, fazendo com que todos fiquem cegos. com a epidemia, a civilidade entre as pessoas acaba e a sociedade entra em colapso. boa produção, bons atores e um ótimo filme de Fernando Meirelles, baseado na obra "infilmável" do grande José Saramago)


2.  Luzes da Cidade (Charles Chaplin é um vagabundo que se apaixona por uma florista cega, que pensa que ele é um milionário e ele a deixa acreditar na mentira. ela adoece e ele faz de tudo para conseguir dinheiro para que ela seja operada e volte a enxergar. bonito, um dos melhores e mais comoventes do genial cineasta)


3.  Janela da Alma (19 pessoas com diferentes graus de deficiência visual, que vai da discreta miopia à cegueira total dão seus depoimentos de como se veem e como enxergam o mundo. um documentário luminoso de João Jardim e Walter Carvalho. assistam!)


4.  Vermelho como o Céu (nos anos 70, um garoto toscano de 10 anos, sofre um acidente com a arma do pai e perde a visão. como na época era proibido aos cegos frequentarem escolas normais na Itália, ele é enviado a um internato em Gênova, onde descobre sua forma de adaptar-se ao mundo. baseado na história real do mais famoso sonoplasta do cinema italiano, Mirco Menacci. bello!)


5.  Zatoichi (no Japão do século 19, um andarilho sobrevive fazendo massagens e jogando cartas, mas por trás de sua aparência humilde esconde-se um talentoso espadachim. quando, numa aldeia, ele é obrigado a defender duas gueixas, acaba chamando a atenção da máfia local e é obrigado a voltar à ação. um dos melhores filmes de Takeshi Kitano, também protagonista no filme)


6.  Perfume de Mulher (um jovem recruta é destacado para ser acompanhante de um capitão cego, numa viagem de Turim a Nápoles. mas o oficial não aceita ser tratado com piedade e passa a infernizar o recruta. Vittorio Gassmann mereceu a Palma de Ouro em Cannes'74 pelo papel e o filme foi indicado aos Oscars de roteiro e filme estrangeiro, tendo sido refilmado em inglês em 1992)


7.  Dançando no Escuro (Bjork é uma imigrante que está perdendo a visão rapidamente por conta de uma doença hereditária e corre contra o tempo para conseguir dinheiro para a cirurgia de seu filho que tem a mesma doença. a obra prima de Lars von TRier, num dos filmes mais tristes já feitos)


8.  Ray (biografia do músico norte-americano, que ficou cego aos 7 anos de idade, logo após testemunhar a morte acidental de seu irmão menor. sua carreira e as dificuldades com as drogas, o racismo e as mulheres. Jamie Foxx ganhou o Oscar pelo papel)


9.  Um Clarão nas Trevas (Audrey Hepburn é uma jovem que ficou cega recentemente e ainda não aprendeu bem a se deslocar na escuridão. seu marido chega de uma viagem e, no aeroporto, uma mulher desconhecida lhe entrega uma boneca e pede a ele que guarde. mas um psicopata assassino, vai atrás da boneca, recheada de heroína, e coloca a vida da jovem em perigo. um ótimo suspense, que deu à Audrey uma indicação ao Oscar)


10.  A Cor do Paraíso (no Irã rural, um garoto cego tem que deixar o internato nas férias, mas seu pai, noivo da segunda esposa reluta em levá-lo pois um filho com deficiência é sinal de má sorte e poderia fazer com que o casamento fosse cancelado. o pai então procura escondê-lo, deixando-o trabalhar como aprendiz de um carpinteiro também cego. uma história absurda e comovente em mais um belíssimo exemplar do bom cinema iraniano)


Menções honrosas: Demolidor, Jennifer 8, À Primeira Vista, Um Lugar no Coração, A Vila, Fúria Cega, Castelos de Gelo, Quando Só o Coração Vê, O Milagre de Anne Sullivan.


Veja ainda: "10 Filmes com surdez"

quarta-feira, 16 de março de 2011

10 Filmes Italianos Recentes



O cinema italiano parece que nasceu no pós-guerra e acabou no final dos anos 1970.
Naquele período os italianos deram ao mundo Fellini, Antonioni, Visconti, Rosselini, Pasolini, Monicelli... e outros incontáveis cineastas. 
Conforme os grandes mestres foram se aposentando, a nova geração não se renovou como deveria.
Mas nos últimos anos, começaram a surgir novos e bons cineastas.
Esta lista traz dez filmes de dez diferentes cineastas nascidos na Itália e que foram lançados a partir de 2006. Estejam à vontade para sugerir outros.


1.  Vincere (2009 - Marco Bellocchio. a história da primeira esposa e filho de Benito Mussolini, convenientemente apagada de sua biografia, após sua ascensão ao poder. a mulher fica trancada num asilo para loucos por 11 anos, por ter exigido seus direitos. a face cruel do poder, que manipula a realidade conforme convém. um grande filme)


2.  Caos Calmo (2008 - Antonello Grimaldi. um homem perde a esposa e decide dar mais atenção à filha, abandonando o escritório, enquanto espera a menina na praça em frente da escola. além de interagir com os moradores, começa receber visitas de amigos e colegas de trabalho. um pequeno grande filme, como interpretação preciosa de Nanni Moretti)


3.  Estamos Bem, Mesmo Sem Você (2006 - Kim Rossi Stuart. um pai e duas crianças são abandonados pela mãe delas e aprendem a ter uma convivência harmoniosa. até o dia que ela reaparece e coloca fim no equilíbrio da família. estreia na direção do ator Stuart, que capta bem a intimidade)


4.  A Primeira Coisa Bela (2010 - Paolo Virzì. o drama familiar de uma mãe e um casal de filhos desde 1971, quando ela ganha um concurso de miss e acaba saindo de casa com as crianças até quando os filhos estão adultos e a mãe doente no hospital. um filme terno e comovente com boas interpretações, em espacial de Micaela Ramazzotti e Stefania Sandrelli, ambas como a mãe nas duas fases)


5.  A Nossa Vida (2010 - Daniele Luchetti. um operário de construção civil perde a esposa no parto do terceiro filho do casal. para compensar a ausência da mãe, ele decide dar bens materiais aos filhos e envolve-se numa arriscada empreitada de um edifício. o filme ainda tem como pano de fundo a situação dos trabalhadores imigrantes ilegais na Itália atual. belíssimo)


6.  Gomorra (2008 - Matteo Garrone. baseado no livro investigativo do jornalista Roberto Saviano, mostra a situação da máfia napolitana, que controla o cotidiano dos moradores, do lixo à confecção de produtos falsificados. forte e corajoso)


7.  Baarìa, a Porta do Vento (2009 - Giuseppe Tornatore. baseado nas memórias do próprio diretor, conta a história dos moradores de uma pequena vila da Sicilia, através de três gerações, desde a década de 1930. fragmentado, mas envolvente, tem uma direção de arte e fotografia impressionantes, além da trilha belíssima de Ennio Morricone)


8.  Um Sonho de Amor (2009 - Luca Guadagnino. numa aristocrática família de Milão, a esposa russa acaba se envolvendo com um amigo do filho, o que detona uma tragédia. Tilda Swinton dá uma show de interpretação. ecos de Visconti, num bom filme)


9.  Dá Para Fazer (2008 -  Giulio Manfredonia. nos anos 70, um sindicalista é afastado de suas atividades por conta das ideias avançadas e mandado para cuidar de uma clínica psiquiátrica e tenta inseri-los socialmente, através do trabalho. um bom filme, com uma bela mensagem social e atores bem dirigidos, que evitam a caricatura)


10.  Cover Boy, a Última Revolução (2007 - Carmine Amoroso. um menino romeno perde o pai na revolução, que culminou com a queda do ditador Ceauşescu. já adulto ele vai com um amigo tentar a sorte na Itália, onde acaba vivendo com muita dificuldade, até ser descoberto por uma fotógrafa de moda. um retrato da decadência econômica, da falta de emprego e da imigração ilegal. humano e interessante)


Menções honrosas: Il Divo, O Crocodilo, Meu Irmão é Filho Único, A Garota do Lago, Vermelho Como  o Céu, Ex e A Desconhecida.


Veja ainda: "10 Filmes Alemães Recentes", "10 Filmes da Coreia do Sul" e "10 Filmes Franceses Recentes"

domingo, 13 de março de 2011

10 Filmes sobre Assassinos Profissionais



Existem profissionais especializados em matar, mas no cinema eles são muito mais interessantes.
Esta lista traz 10 filmes onde os matadores estão no centro das tramas.


1.  Pulp Fiction (dois assassinos profissionais - John Travolta e Samuel L.Jackson - vão fazer uma cobrança para um gangster e um deles é forçado a levar a garota do chefe para se divertir. eles são o fio condutor das histórias contadas fora de ordem no mais brilhante filme de Quentin Tarantino)


2.  Os Matadores (em um bar na divisa entre Brasil e Paraguai, dois matadores esperam sua vítima, enquanto comentam a morte do pistoleiro mais competente da região. na fronteira ninguém é confiável. um ótimo policial brasileiro de Beto Brant)


3.  Onde os Fracos Não Têm Vez (nos anos 80, um veterano do Vietnã encontra alguns corpos em estado de putrefação em pleno deserto e, com eles, 2 milhões em dinheiro e um carregamento de heroína. ele decide pegar tudo e passa a ser perseguido por um  matador profissional silencioso e psicótico - Javier Barden excelente. o filme ganhou Oscars de filme, diretor, roteiro e ator coadjuvante para Braden) 


4.  Colateral (Tom Cruise é um assassino profissional que vai para Los Angeles matar cinco vítimas numa noite. ele pega o taxi dirigido pelo pacato Jamie Foxx e o obriga a levá-lo em suas missões. enquanto o taxista tenta escapar e ainda salvar o último dos alvos. boa ideia, bem dirigida por Michael Mann)


5.  O Dia do Chacal (Edward Fox é um assassino profissional contratado por uma organização clandestina de direita, descontente com a libertação da Argélia, para matar o presidente Chales de Gaulle. baseado num fato real ocorrido em 1963, o filme de Fred Zinnemann de 73 é hipnótico e um clássico do gênero)


6.  Na Mira do Chefe (depois de um trabalho mal feito, dois matadores são mandados para a turística cidade de Bruges, na Bélgica, esperando o caso esfriar. enquanto Ken o mais velho aproveita para conhecer a cidade, Ray o mais jovem arruma encrencas, mas o que Ray não sabe é que chefe deles mandou Ken matá-lo. divertido e indicado ao Oscar de roteiro original) 


7.  O Profissional (Jean Reno é Leon, um matador profissional, que resgata uma menina de onze anos - Natalie Portman - após sua família ser assassinada e decide cuidar dela, ensinando tudo sobre o ofício de assassino, para que ela possa vingar a morte do irmãozinho. um ótimo filme de Luc Besson, cultuado até hoje)


8.  A Estrada para a Perdição (durante a grande depressão, um garoto tem seu pai - Tom Hanks - como heroi, mas não sabe que ele é um assassino da máfia até o dia que o vê executando um homem, junto com outro capanga. a partir daí a vida de sua família é colocada em risco e eles terão que fugir.  dirigido por Sam Mendes, é baseado numa HQ)


9.  A Honra do Poderoso Prizzi (Jack Nicholson é um respeitado matador da máfia, afilhado do chefão e ex-marido de sua filha - Anjelica Huston, que levou o Oscar de coadjuvante -, apaixona-se por Kathleen Turner, a melhor pistoleira da América. o casamento dos dois detona uma rede de intrigas na família. ótima comédia de humor negro, penúltimo filme do grande John Huston) 


10.  Sr. e Sra. Smith (Brad Pitt e Angelina Jolie são um casal de assasinos, que vivem um tedioso casamento sem saber a verdadeira profissão um do outro, até o dia em que recebem de suas respectivas agências a missão de matar um ao outro. o ponto de partida é ótimo, mas o filme nem tanto)


Veja ainda: "10 Filmes com Balões"

terça-feira, 8 de março de 2011

10 Filmes dos Trapalhões



Os Trapalhões foram de longe o grupo de maior sucesso do cinema brasileiro e o mais longevo da televisão mundial. 
Os 21 filmes com o quarteto e outros tantos sem todos os integrantes venderam mais de 100 milhões de ingressos nos cinemas. 
O primeiro filme, "Na Onda do Iê-iê-iê" de 1965, trazia apenas Didi (Renato Aragão) e Dedé (Dedé Santana).  Já com o quarteto completo, o primeiro filme foi "Os Trapalhões na Guerra dos Planetas" de 1978 e o último "Uma Escola Atrapalhada" de 1990.
O sucesso era tamanho, que eles chegavam a lançar dois filmes por ano, nas férias escolares. De todos, o único filme sem Didi foi "Atrapalhando a Suate" de 1983.
Os Trapalhões eram Didi, um cearense esperto, mas azarado, era o heroi que nunca terminava com a mocinha. Dedé, o mais sério, era o cérebro do grupo. Mussum, um carioca do morro da Mangueira, tinha um linguajar engraçado, colocando "is" no final de várias palavras. E finalmente o último a entrar no grupo foi Zacarias, um mineiro baixinho e tímido, que era a "criança" do grupo.
Após a morte de Zacarias, em 1990, o grupo ficou abalado, mas prosseguiu. Já depois de Mussum morrer, em 1994, Renato Aragão decidiu que era o fim dos Trapalhões, que deixam muitas saudades em todos nós e fazem parte da memória afetiva de muitas gerações.
Como são muitos filmes, decidi colocar na lista os 10 maiores sucessos de bilheteria do grupo, em ordem de número de espectadores.


1.  Os Trapalhões nas Minas do Rei Salomão (1977 - o maior sucesso do grupo, ainda sem Zacarias. os amigos Pilo e Duka - Didi e Dedé - ganham a vida simulando brigas de rua, enquanto Fumaça - Mussum - recolhe as apostas. acreditando que eles são corajosos, a jovem Glória - Monique Lafond - os contrata para resgatar seu pai arqueólogo nas lendárias minas do Rei Salomão. mabembe, infantil, mas bem ao gosto do público da época. dirigido por J.B.Tanko)


2.  Os Saltimbancos Trapalhões (1981 - baseado na peça teatral, por sua vez inspirada num conto dos irmãos Grimm, este é provavelmente o melhor filme do grupo. quatro humildes funcionários de um circo se tornam as grandes atrações, graças à sua capacidade de fazer rir, o que desperta os ciúmes em outros artistas. destaque para a ótima trilha de canções de Chico Buarque, interpretadas por Lucinha LIns. direção de J.B.Tanko)


3.  Os Trapalhões na Guerra dos Planetas (1978 - uma paródia trash de 'Guerra nas Estrelas'. depois de fugirem numa confusão por causa de uma mulher o quarteto encontra um disco voador, onde um príncipe - Pedro Aguinaga - lhes pede ajuda para resgatar uma princesa num planeta distante. feito às pressas para aproveitar o sucesso da ficção de Lucas, este filme é ruim demais, ficou conhecido como "brazilian Star Wars", mas nem por isso deixou de fazer sucesso. direção de Adriano Stuart) 


4.  Os Trapalhões na Serra Pelada (1982 - quatro amigos vão atrás de ouro no garimpo de Serra Pelada e têm que enfrentar os capangas de um vilão estrangeiro, que contrabandeia ouro e quer apoderar-se das terras da região. as trapalhadas de sempre, com um pano de fundo diferente e interessante. direção de J.B.Tanko)


5.  O Cinderelo Trapalhão (1979 - Cinderelo é um homem desprezado por seus três companheiros por não ser limpo, nem educado, nem corajoso. quando os três têm que ajudar uma família religiosa que é expulsa de suas terras por um vilão interessado em petróleo, todos mostram sua coragem. fraquinho. direção de Adriano Stuart)


6.  O Casamento dos Trapalhões (1988 - os Trapalhões são quatro irmãos caipiras, que vivem numa fazenda. a irmã deles, pede que seus sobrinhos - o grupo Dominó - fiquem um período na fazenda, pois irão apresentar-se numa cidade próxima. no show dos meninos os quatro conhecem suas namoradas e, depois de muitos problemas causados pelo vilão - José de Abreu - acabarão por casar-se com elas. o roteiro é quase inexistente, um mero veículo para os Trapalhões se conectarem com o público mais jovem, com ajuda da boy band da época. direção de José Alvarenga Jr.)


7.  Os Vagabundos Trapalhões (1982 - Bonga e seus amigos e a namorada Loló - Louise Cardoso - cuidam de crianças abandonadas na periferia de uma grande cidade e tudo vai bem até que o filho de um industrial foge de casa, vai morar com eles e o pai oferece uma recompensa para quem resgatá-lo. um dos mais simpáticos da troupe. dirigido por J.B.Tanko)


8.  O Trapalhão no Planalto dos Macacos (1976 - Outra paródia de filmes americanos, esta um pouco mais elaborada. dois amigos são perseguidos por um guarda - Mussum em seu primeiro filme -, que os confundiu com assaltantes de uma joalheria. ao fugir os dois embarcam num balão e vão parar numa terra desconhecida, onde os macacos falam e dominam os humanos. logo os verdadeiros ladrões também vão parar no mesmo lugar. é infantil, né? direção de J.B.Tanko)


9.  A Princesa Xuxa e os Trapalhões (1989 - quarto filme do grupo com a apresentadora Xuxa Meneghel e o maior sucesso. ficção científica passada num planeta distante, onde um déspota toma o poder após a morte do imperador. mantida dentro do palácio, a princesa pensa que todos são felizes, mas os três príncipes - Dedé, Mussum e Zacarias - irão juntar-se ao cavaleiro sem nome - Renato Aragão - para combater o vilão. boa direção de arte, mas aquele roteiro de sempre. direção de José Alvarenga Jr.)


10.  Simbad, o Marujo Trapalhão (1976 - neste estão apenas Didi e Dedé. um funcionário de circo é confundido com o trapezista Simbad e raptado e levado para um navio pelos capangas de um mágico malvado, que tem uma lâmpada mágica em seu poder, mas precisa do trapezista para localizar a pedra filosofal, que vai fazer dele o homem mais rico do mundo. trash, mas tinha seu público. direção de J.B.Tanko)


Veja ainda: "10 Filmes Musicais Brasileiros"

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails