quinta-feira, 29 de setembro de 2011

10 Filmes sobre Mentirosos



A mentira pode ter diversos níveis. Pode ser tolerada em alguns casos ou ser considerada crime em outros.
Existem as que "não fazem mal a ninguém", aquelas que "poupam o sofrimento desnecessário", mas também as que são contadas para levar vantagem, em prejuízo de outras pessoas.
Muitos filmes foram feitos sobre mentirosos e esta lista traz apenas uma pequena amostra. Esteja a vontade para sugerir outros nos comentários.
Atenção! A simples presença de dois dos filmes desta lista já será um SPOILER, peço perdão por antecipação.


1.  Pinóquio (Pinocchio. o conto de Carlo Collodi, transposto para o cinema pela Disney, tem passagens bastante didáticas para crianças. quando a fada azul o transforma em menino, também lhe dá uma lição. a cada mentira que contar seu nariz irá crescer, "a mentira é algo aparente, é errado e não deve fazer parte de quem possui um bom coração". o boneco virou um símbolo da mentira no cinema)


2.  As Aventuras do Barão Münchausen (Hieronymus Karl Frederick Baron von Munchausen. o barão era um militar alemão do século 18, cujas histórias inventadas ou muito exageradas foram disseminadas na literatura, fazendo dele "o maior mentiroso da história". o diretor Terry Gilliam adaptou suas aventuras, como salvar sozinho a cidade dos turcos, uma viagem à lua, a dança com Afrodite, entre outras, num ótimo filme, com bela produção)


3.  Prenda-me se for Capaz (Frank Abagnale Jr. Leonardo Di Caprio vive o personagem real de um adolescente, que na década de 60 inventou diversas identidades e profissões, entre elas piloto de avião, dando golpes que somaram milhões de dólares. bom filme de Steven Spielberg)


4.  Adeus, Lenin! (Alex Kerner. a mãe de Alex, fervorosa socialista alemã oriental, tem um ataque cardíaco quando vê o filho numa passeata contra o regime e entra em coma. quando ela acorda, já após a queda do muro de Berlim, o médico aconselha o rapaz a dar a notícia com cuidado, ele então cria um universo de mentira para ela não perceber que a cortina de ferro caiu. um caso de mentira por boa causa)


5.  O Sol por Testemunha (Tom Ripley. o belo Alain Delon foi o primeiro a encarnar o amoral e dissimulado personagem de Patricia Highsmith no cinema, neste ótimo filme de René Clement. ele é contratado pelo pai de um playboy para levá-lo de volta, mas as circunstâncias o levam a se passar por ele)


6.  Os Suspeitos (Roger 'Verbal' Kint. um barco explode, os criminosos morrem e a chave do mistério está na história complicadíssima contada pelo sobrevivente - Oscar de coadjuvante para Kevin Spacey -, que pode ter algumas contradições. onde estará a verdade? roteiro genial e oscarizado de Christopher McQuarrie, dirigido por Bryan Singer)


7.  O Desinformante (Mark Whitacre. Matt Damon vive um mitômano que imagina-se um herói e agente secreto a serviço do FBI para desmascarar um suposto cartel em que a empresa onde ele é diretor estaria envolvida. mais um mentiroso da visa real para o cinema, desta vez pelas mãos de Steven Soderbergh)


8.  O Preço de uma Verdade (Stephen Glass. a história de um jovem jornalista - Hayden Christensen -, que ganhou notoriedade graças a diversos artigos bombásticos de fontes que se revelaram inventadas. mentiras que causaram um escândalo e destruindo a credibilidade da revista "The New Republic" na década de 90. uma história real)


9.  VIPs (Marcelo Nascimento da Rocha. a verdadeira história de um jovem mentiroso - Wagner Moura - que empregou-se como piloto de avião para o narcotráfico, sem saber pilotar e se fez passar por herdeiro da Gol num carnaval na Bahia, o que o notabilizou. bom filme dirigido por Toniko Melo)


10.  Educação (David Goldman. na década de 60, uma adolescente britânica, boa aluna, envolve-se com um homem mais velho - Peter Saasgard -, que lhe mostra um mundo tão envolvente quanto falso. linda atuação da jovem Carey Mulligan) 


Menções honrosas: O Auto da Compadecida (Chicó), Peixe Grande (Ed Bloom), O Golpista do Ano (Steven Russell), O Mentiroso (Fletcher Reede), Curtindo a Vida Adoidado (Ferris Bueller), A Malvada (Eve Harrington), O Grande Mentiroso (Jason Shepherd), O Talentoso Ripley (Tom Ripley), O Amigo Americano (Tom Ripley).


Veja ainda: "10 Meta Filmes, a História dentro da História"


*Esta lista foi sugerida pelo leitor Augusto. Obrigado!

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

10 Filmes com Árvores



Existem alguns filmes onde as árvores têm a força de um personagem.
Algumas são acolhedoras, outras assustadoras.
Aproveitando o dia da árvore, fiz uma lista com 10 desses filmes.


1.  Avatar (no já clássico filme de James Cameron, a "árvore das almas" é o local mais sagrado para os  Na'vi, habitantes do planeta Pandora, é a mãe de todas as coisas e o alvo dos invasores humanos)


2.  Fonte da Vida (Hugh Jackman é um cientista em busca da cura do câncer, que encontra numa árvore sul-americana a esperança da cura de sua esposa doente, que escreve um livro sobre um conquistador espanhol - também Jackman - que vêm ao novo mundo em busca de uma "árvore da vida". um filme inspirado do bom Darren Aronofsky)


3.  A Árvore (numavila do interior da Austrália, um jovem fazendeiro morre do coração quando está chegando em casa e seu carro bate contra uma grande figueira. sua filha menor começa a acreditar que o espírito dele está agora na árvore, que começa a crescer, comprometendo a estrutura da casa. bonito filme, com a ótima Charlotte Gainsbourgh)


4.  O Senhor dos Anéis: As Duas Torres (os Barbávores - ou Treebeards - são os ents mais velhos da floresta, árvores que se movem lentamente e têm participação decisiva na guerra do anel. seu lema é "não seja apressado".


5.  Poltergeist (numa das cenas mais assustadoras do clássico produzido por Steven Spielberg, a árvore da frente da casa da atormentada família, ataca o garoto, o captura e quase o engole. nunca mais olhei para uma árvore da mesma forma)


6.  Pocahontas (no desenho da Disney, a Vovó Willow é um velho e sábio espírito que habita um salgueiro. ela orienta e aconselha a índia Pocahontas. nela diversos animais fazem suas moradas, protegendo-se na natureza)


7.  Evil Dead, a Morte do Demônio (numa sequência deste clássico cult de Sam Raimi, uma árvore possuída pelo demônio estupra uma garota que sai sozinha pelo bosque, numa cena perturbadora)


8.  A Árvore dos Enforcados (em muitos westerns, os enforcamentos são realizados em árvores, neste clássico de Delmer Daves, um velho carvalho, no qual eram colocados os laços nos pescoços dos bandidos é a primeira visão que o médico, jogador e pistoleiro vivido por Gary Cooper tem ao chegar na cidade e também poderá ser sua última visão)


9.  O Fantástico Senhor Raposo (no quesito "casa na árvore", nenhuma é mais bem feita que a morada do senhor Raposo e sua família, bonita, confortável e com vista para as principais fazendas da região, uma tentação para um ladrão de galinhas aposentado)


10.  Meu Pé de Laranja Lima (fez grande sucesso esse filme de 1970, baseado no livro de José Mauro de Vasconcelos, sobre um menino de seis anos, muito pobre, cuja diversão é conversar e brincar com um pé de laranja lima no quintal de sua casa. uma história comovente, que também foi matriz para três telenovelas)


Veja ainda: "10 Meta Filmes"

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

10 Meta Filmes



Os americanos chamam de meta filmes aqueles que têm diversas camadas de "realidade", o que se confunde com metalinguagem, que é a arte auto-referente.
Os meta filmes vão um pouco além, são aqueles filmes que misturam realidades e artes ou até sonhos. São a história dentro da história... dentro da história...
Veja uma lista com 10 desses filmes e fique à vontade para sugerir outros.


1.  Cópia Fiel (um escritor que está lançando um livro sobre cópias - o barítono William Shimell - e uma marchand - a fantástica Juliette Binoche - se conhecem na Toscana e saem numa viagem a um vilarejo turístico onde começam a mimetizar ou copiar a história de um casal junto há 15 anos...  o que é realidade? um filme precioso de Abbas Kiarostami, diretor iraniano que sabe dar fluidez a uma história como poucos)


2.  O Substituto (um fugitivo acidentalmente mata um dublê numa filmagem. o diretor do filme - Peter O'Toole num de seus melhores papéis -, sabendo que este precisa se esconder da polícia, propõe que ele substitua o dublê em cenas cada vez mais arriscadas. realidade e fantasia se misturam e se tocam neste ótimo filme pouco lembrado de 1980)


3.  A Origem (Leonardo DiCaprio é um ladrão de segredos, que invade as memórias através de sonhos e tem uma missão de implantar uma ideia na mente de um empresário, para isso, é preciso invadir a fundo, através de várias camadas do subconsciente. cada uma delas, uma realidade diferente. bom filme de Christopher Nolan)


4.  Romance (dois jovens atores - Wagner Moura e Letícia Sabatella - se apaixonam durante uma montagem de 'Tristão e Isolda', mas se separam. anos mais tarde se reencontram para a versão de televisão da peça. um roteiro inteligente, que mistura teatro, televisão, ficção e realidade, dirigido por Guel Arraes)


5.  A Mulher do Tenente Francês (Meryl Streep e Jeremy Irons são dois atores que têm um relacionamento proibido quando filmam a história real de um amor proibido passado na era vitoriana. metalinguagem com roteiro do grande Harold Pinter, baseado no livro de John Fowles. muito bom)


6.  Persona (na história de uma atriz que é internada em uma clínica psiquiátrica após surtar durante uma peça e parar de falar sem motivo clínico, Ingmar Bergman interfere em diversos momentos, não nos deixando esquecer que estamos diante de um filme. a atriz é tratada por uma enfermeira com quem se identifica e eventualmente troca de papel. uma das grandes obras-primas do cinema)


7.  Adaptação (um roteirista - Nicolas Cage - é contratado para adaptar para o cinema um livro sobre orquídeas de uma escritora de sucesso - Meryl Streep. mas ele não consegue e resolve fazer um roteiro sobre um roteirista que não consegue adaptar o mesmo livro. afinal, o filme revela-se um filme sobre o roteirsta que faz um roteiro sobre um roteirista, mas com algumas liberdades criativas. mais uma ótima parceria da dupla Spike Jonze e Charlie Kaufman)


8.  A Rosa Púrpura do Cairo (durante os anos da grande depressão, uma garçonete - Mia Farrow - depois de perder o emprego, passa a assistir todos os dias o mesmo filme, até que o ator principal literalmente sai da tela para viver com ela um caso na vida real. os executivos de Hollywood tentam impedir o ator de sair de outras telas onde o filme está em cartaz. divertida e simpática comédia de Woody Allen)


9.  Estrada Perdida (um saxofonista suspeita da fidelidade da esposa, mas fica preocupado com vídeos entregues na porta de sua casa, mostrando que eles estão sendo observados. a esposa é encontrada morta e ele preso pelo assassinato. numa manhã ele em vez de acordar na sua cela, surge na pele de um mecânico envolvido com a mulher de um gangster, exatamente igual a sua falecida esposa. universos paralelos na versão da mente de David Lynch


10.  Mais Estranho que a Ficção (Emma Thompson é uma escritora finalizando seu melhor livro, faltando decidir-se como matar o personagem central. por outro lado, um funcionário da receita federal - Will Ferrel - começa a ouvir uma voz feminina narrando todos os seus sentimentos e percebe que ele é o personagem do livro dela e tenta desesperadamente encontrá-la para dissuadi-la a completar seu trágico final. ótimo roteiro de Zach Helm com direção de Marc Foster)


Veja ainda: "10 Filmes Narrados Sob Diferentes Pontos de Vista"

domingo, 11 de setembro de 2011

10 Filmes sobre Alcoolismo


O álcool é uma substância perigosa, que age de maneira diferente no corpo de cada pessoa.
Enquanto alguns conseguem apreciar seus efeitos, muitos outros tornam-se dependentes e usuários regulares, geralmente em quantidades excessivas.
Trata-se de uma droga lícita, com direito a divertidos ou glamurosos anúncios em veículos de massa, mas que pode ser tanto ou mais prejudicial que drogas ilícitas.
O cinema mostrou bem os efeitos do álcool na vida das pessoas em diversos grandes filmes. Esta lista traz 10 deles e mais algumas menções, mas estejam à vontade para sugerir outros.

1.  Farrapo Humano (Ray Milland está excelente como um aspirante a escritor, que não consegue escrever por ser alcóolico e faz de tudo para sustentar seu vício. sua namorada e seu irmão planejam um fim de semana para que ele fique longe das bebidas, o que ele considera "o fim de semana perdido", título original deste filme poderoso de Billy Wilder, vencedor dos Oscars de filme, direção, roteiro e ator. consta que as indústrias de bebidas ofereceram uma fortuna para a Paramount não realizar o filme)

2.  Quem Tem Medo de Virginia Woolf? (Elizabeth Taylor e Richard Burton são um casal que vive trocando farpas, numa mistura de amor e ódio. após uma festa na casa do reitor da universidade, que é pai dela e chefe dele, eles convidam um novo professor e sua esposa para  sua casa. conforme o teor etílico aumenta, começam a aflorar verdades e mágoas de todas as partes, numa noite de autodestruição. dirigido por Mike Nichols e baseado numa peça célebre de Edward Albee é um dos grandes filmes sobre o tema)

3.  Despedida em Las Vegas (Nicolas Cage mereceu o Oscar de melhor ator como um alcóolatra que perde o emprego e decide dirigir até Las Vegas com o objetivo de beber até morrer. lá conhece uma prostituta por quem se apaixona, mas será tarde demais para recobrar a saúde. um filme forte e pessimista do sumido diretor Mike Figgis)

4.  Vício Maldito (Jack Lemmon é um jovem relações públicas bem sucedido, que bebe, muito, "socialmente" e casa-se com uma colega - Lee Remick -, que bebe para acompanhá-lo. quando as coisas começam a ir mal no trabalho, ambos começam a beber cada vez mais afundando-se no álcool. um dos melhores filmes de Blake Edwards, mais conhecido por comédias)

5.  Barfly, Condenados Pelo Vício (o título se refere às "moscas de bar", aquelas pessoas que chegam quando o bar abre e saem quando fecha. baseado numa "quase" autobiografia de Charles Bukowski fala de um romance entre um escritor e sua namorada afogando-se em álcool nos piores bares de Los Angeles. Mickey Rourke e Faye Dunaway estão ótimos neste filme do francês Barbet Schroeder)

6.  Ironweed (durante a grande depressão, Jack Nicholson é um ex-jogador de baseball que abandonou a família há 22 anos para viver nas ruas, quando, bêbado, deixou seu filho bebê cair no chão e morrer. agora com uma companheira - Meryl Streep -, também alcoólatra e doente, que vive das lembranças de quando era uma cantora e pianista de sucesso, ele tenta conseguir trabalho para dar a ela um pouco de conforto. um filme muito triste de Hector Babenco com interpretações espetaculares)

7.  À Sombra do Vulcão (Albert Finney - sensacional - é um ex-cônsul britânico no México, que tornou-se alcoólatra após separar-se da esposa, mas decide permanecer morando em Cuernavaca com o meio-irmão, pivô da separação. no dias dos mortos de 1938, ela volta para tentar reatar o casamento, mas as marcas que ficaram nele eram mais profundas que ela imaginava. o cônsul bebe tanto e por tanto tempo, que já não bebe mais para se embriagar, bebe para conseguir levar a vida adiante. bom filme de John Huston, pouco conhecido, ms digno de nota)

8.  O Veredito (Paul Newman é um advogado alcoólatra que chegou ao fundo do poço, mas agora tem uma última chance de se redimir ao aceitar um caso contra uma grande companhia. o alcoolismo é tratado com verdade e mesmo o final, supostamente redentor, deixa a dúvida sobre sua recuperação. grande filme do grande Sidney Lumet, com grandes atores)

9.  Quando um Homem Ama uma Mulher (Meg Ryan trabalha como conselheira numa escola, tem duas lindas filhas, um marido amoroso, que é piloto de avião, mas tem um sério problema com a bebida. após um acidente, ela percebe que perdeu o controle e decide internar-se numa clínica de reabilitação. quando volta, recuperada e forte, é o marido - Andy Garcia -, que não a reconhece, acostumado com a esposa fraca e dependente. dirigido por Luis Mandoki, é um filme realista e relevante)

10.  Nasce uma Estrela (na versão de 1954, Judy Garland é uma talentosa cantora iniciante, que apaixona-se por um famoso ator - James Mason -, cuja carreira está em declínio por conta do alcoolismo. os dois acabam se casando e a carreira dela ascendendo e a dele decaindo. o auge é a festa de premiação do Oscar, quando ela é premiada e ele chega embriagado, embaraçando a todos. belo filme de George Cukor, segunda versão do clássico que deve ser refeito por Clint Eastwood e estrelado por Beyoncé em 2012)

Menções honrosas: Um Cara Muito Baratinado, Arthur o Milionário Sedutor, Marcas de um Passado, Papai Noel às Avessas, Eu Chorarei Amanhã, Factotum, Gata em Teto de Zinco Quente, 28 Dias, Coração Louco, Submarino.

Atualização em 08/03/2013:

11.  Smashed (uma professora primária - a ótima Mary Elizabeth Winstead - vive com seu marido uma rotina de bebedeiras, até que isso começa a prejudicar seu trabalho e ela decide entrar para o AA, o que coloca em risco seu casamento. um belo filme independente, com fortes interpretações e sem falsos moralismos)

Veja ainda: "10 Filmes sobre Drogas"

terça-feira, 6 de setembro de 2011

10 Filmes de Wagner Moura



Nascido em Salvador em 1976 e criado em Rodelas, no sertão baiano, Wagner Maniçoba de Moura é um dos atores brasileiros com maior identificação com o cinema.
Começou no teatro no colégio, cursou jornalismo, mas logo seguiu o caminho da dramaturgia, viajando com a peça 'A Máquina' com os amigos Lázaro Ramos e Vladimir Brichta.
Começou no cinema fazendo curtas e com participações secundárias em filmes como 'Sabor da Paixão', 'Carandiru', 'As Três Marias', 'O Homem do Ano' e 'Abril Despedaçado', até começar a ganhar papéis de maior destaque.
Hoje já é um ator reconhecido e premiado, preparando-se para iniciar uma carreira internacional, como o vilão da ficção científica 'Elysium' do sul-africano Neil Blomkamp.
Esta lista traz 10 filmes de maior destaque até aqui de Wagner Moura.


1.  O Homem do Futuro (o mais recente filme de Moura é um candidato a blockbuster, irregular, mas divertido. conta as viagens no tempo de um cientista, que volta 20 anos para mudar sua própria história e com isso cria um paradoxo. desta forma dá espaço para o ator criar três diferentes personalidades para o mesmo personagem. e, claro, ele se sai muito bem)


2.  Tropa de Elite (o mais festejado de seus papéis, o icônico Capitão Nascimento tornou-se o primeiro grande herói do cinema nacional. um militar consciente e instruído, mas envolvido em ações violentas de combate ao tráfico nos morros do Rio de Janeiro. Wagner e o diretor José Padilha souberam dar uma dimensão humana ao personagem. belo filme, grande atuação)


3.  Romance (um casal de atores de teatro que se apaixona, mas se separa quando ela começa a fazer novelas. três anos mais tarde se reencontram para ele dirigi-la numa adaptação da mesma peça para a televisão. metalinguagem misturando realidade e ficção num ótimo roteiro, bem dirigido por Guel Arraes)


4.  VIPs (um personagem sob medida para Wagner, que convence como um adolescente e como adulto. conta a história de um rapaz mitômano, que sonha ser piloto de avião, envolve-se com o tráfico na fronteira com o Paraguai e se faz passar por filho do dono da Gol, durante um carnaval da Bahia. interessante, coeso e bem dirigido por Toniko Melo, um bom filme)


5.  Saneamento Básico, o Filme (numa pequena cidade da serra gaúcha, um grupo de moradores reivindica a construção de uma fossa para tratamento de esgoto. a prefeitura não tem verba para isso, mas tem para a produção de um filme. o grupo então resolve fazer um filme sobre as obras e, assim, realizá-la. o filme fica tosco e hilário. uma divertida comédia de Jorge Furtado, com destaque para o ótimo elenco)


6.  Cidade Baixa (dois amigos vivem fazendo fretes e aplicando pequenos golpes a bordo do seu barco a vapor. numa de suas paradas dão carona a uma prostituta, que quer passar o carnaval em Salvador para "arrumar um gringo rico" e se envolvem num triângulo amoroso. além de Wagner, o filme é estrelado por Lázaro Ramos e Alice Braga. um filme cru e intenso do bom diretor Sérgio Machado)


7.  Deus é Brasileiro (pensando em tirar férias, deus desce ao Brasil em busca de um santo que o substitua nesse período. aqui chegando ele recorre a um esperto borracheiro/pescador para ser seu guia. na comédia de Cacá Diegues, o novato Moura rouba a cena até de Antônio Fagundes. divertido)


8.  Ó Paí Ó (um painel da vida dos moradores de um cortiço de Salvador no último dia de carnaval. uma comédia musical recheada de tipos engraçados, com destaque para Moura no papel do malandro Boca, que posa de marginal. 


9.  O Caminho das Nuvens (um pai de família resolve levar mulher e filhos para o Rio de Janeiro de bicicleta em busca de um emprego de "mil real". no caminho passam por muitas dificuldades. Wagner está muito bem com seu primeiro protagonista, assim como Cláudia Abreu, mas é um filme de uma ideia só, que sofre para alongar a trama)


10.  Tropa de Elite 2 (treze anos após os fatos ocorridos no primeiro filme, o Capitão foi promovido a Tenente-Coronel e a subsecretário de governo e está cada vez mais cercado pela corrupção generalizada, dos políticos às milícias. o filme é excelente e o maior sucesso da história do cinema nacional, quebrando todos os recordes, mas desta vez a interpretação de Moura parece um tanto burocrática. o destaque vai para os coadjuvantes, o grande roteiro de Bráulio Mantovani e a direção segura de Padilha)


Veja ainda: "10 Filmes Portugueses"



LinkWithin

Related Posts with Thumbnails