segunda-feira, 29 de abril de 2013

10 Filmes Japoneses Recentes


Uma das primeiras listas deste blog foi a de filmes japoneses. E ela já foi vista por cerca de 50 mil pessoas. Pois chegou a hora de atualizá-la.
O cinema japonês, que já teve muito prestígio quando Kurosawa, Ozu e Mizoguchi eram vivos, tem produzido ótimos filmes nos últimos anos, que merecem ser conhecidos.
Desta vez vou limitar a um filme por diretor e a filmes lançados a partir do ano 2000.
Confiram os 10 selecionados e, por favor, sugiram outros títulos recentes, até para que eu conheça mais alguns.

1.  Confissões (Tetsuya Nakashima, 2010. no último dia de aula em uma escola, a professora se despede dos alunos e diz que não mais voltará a lecionar. em seguida, ela afirma que sua filha de apenas quatro anos de idade, que supostamente morreu afogada na piscina da escola, na verdade fora assassinada por dois estudantes daquela classe. ela então anuncia que irá se vingar. contado a partir das confissões de seis pessoas, é um filme surpreendente, incorreto e maldoso, que nos faz torcer pela vingança e nos dá prazer com o resultado. um grande filme, inteligente e com ritmo preciso. do mesmo diretor: 'Kamikaze Girls' )

2.  Seguindo em Frente (Hirokazu Kore-eda, 2008. num dia de verão, um filho e uma filha, já adultos, vão, com as respectivas famílias, visitar os pais idosos. o objetivo do encontro é honrar a memória do filho mais velho, que morreu afogado quinze anos antes, ao salvar o irmão. o conforto da velha casa dos pais, vai dando lugar aos ressentimentos adormecidos, tornando o clima insuportável. inspirado no estilo do mestre Yasujiro Ozu,este é um filme belíssimo, que deixa um nó na garganta do espectador. do mesmo diretor: 'O Que Mais Desejo' e 'Boneca Inflável')

3.  Cold Fish (Shion Sono, 2010. o simplório dono de uma lojinha de peixes tropicais, vive com sua segunda esposa e sua filha adolescente, que não se entendem. um dia, por conta de um incidente com a filha, ele conhece o simpático dono de uma grande loja do mesmo ramo, a Amazon Gold, que se propõe a ajudá-lo. logo ele descobre estar diante de um perigoso serial killer. inspirado em fatos absurdos, mas reais. é um filme violentíssimo, com toques cômicos, que não aliviam, só aumentam a tensão. do mesmo diretor: 'Love Exposure' e 'O Pacto')

4.  Batalha Real (Kinji Fukasaku, 2000. em um futuro próximo, a violência e delinquência juvenil chegaram a níveis insuportáveis e, para controlar a situação, o governo institui um jogo compulsório para jovens estudantes entre 15 e 16 anos: uma classe escolar é sorteada e enviada a uma ilha. munidos de provisões, armas e mapas, eles são dispersados e têm três dias para encontrar e matar uns aos outros, pois apenas um deles poderá sair da ilha com vida. um roteiro engenhoso e brilhante, vergonhosamente plagiado por uma obscura escritora americana na série 'Jogos Vorazes'. do mesmo diretor: 'Batalha Real II')

5.  Aquiles e a Tartaruga (Takeshi Kitano, 2008. o filho único de um colecionador de artes demonstra enorme talento natural para a pintura na infância. mal orientado, primeiro tenta copiar estilos e depois busca ser original de qualquer maneira, perdendo-se no caminho. por conta disso, passa a vida sonhando tornar-se um pintor reconhecido, sempre incentivado pela esposa. uma belíssima ode de amor às artesdo mesmo diretor: 'Ultraje', 'Verão Feliz' e 'Dolls')

6.  O Samurai do Entardecer (Yôji Yamada, 2002um samurai de segunda classe vive humildemente. sua esposa morreu de tuberculose e suas duas filhas pequenas dependem dele para sobreviver. quando sabe do divórcio de sua namorada de infância entra em crise, pois com seu baixo salário não pode dar uma vida digna a ela. sua fama de bom espadachim faz com que seja convocado para eliminar um experiente samurai, o que pode matá-lo ou melhorar a vida de sua família. ótimo filme, com uma abordagem diferenciada dos samurais, mostrando o lado social, as relações pessoais e de trabalho do fim de uma era. indicado ao Oscar de filme estrangeirodo mesmo diretor: 'Kabei: Our Mother' e 'The Hidden Blade')

7.  13 Assassinos (Takashi Miike, 2010. no período feudal,  um homem  assassina e estupra inocentes, sempre protegido pela lei. para impedi-lo, é criada a força secreta dos treze assassinos, cada um com uma habilidade diferente, dispostos a uma missão suicida para acabar com o mal... a carreira do diretor é impressionante. em 20 anos ele fez 88 filmes e alguns deles bastante bons. recheada de humor, muita ação e violência gráfica, esta refilmagem traz vida nova a um tema muito tradicional. do mesmo diretor: 'Audição, o Teste Decisivo')

8.  Samurai X (Keishi Ohtomo, 2012. após a guerra que pôs fim ao shogunato, o lendário samurai conhecido como "Battousai, o Retalhador", tornou-se um andarilho gentil, que passeia incógnito pelas aldeias e, eventualmente, ajuda e protege quem necessita. ele conhece uma garota, dona de uma escola de kendô, prestes a ser fechada por um magnata local e decide ajudá-la, ficando de frente com seus inimigos do passado. um ótimo filme, razoável no conteúdo, mas espetacular na forma. todos os planos são enquadrados como num mangá, com uma linda fotografia. o samurai tem cara de ídolo pop e os vilões são caricatos... exatamente como um bom mangá deve serdo mesmo diretor: 'Platinum Data')

9.  O Mundo dos Pequeninos (Hiromasa Yonebayashi, 2010. baseada nos livros da inglesa Mary Norton, conta a história de Arrietty, uma mini garota de 14 anos, com 10 centímetros de altura, que habita com seus mini-pais, uma região abaixo do assoalho de uma casa. quando ela decide explorar o mundo exterior, é descoberta por um menino humano. produzida pelos Estúdios Ghibli, com o roteiro do mestre Hayao Miyazaki, e dirigida por um de seus discípulos, esta animação é encantadora e irresistível. estreia do diretor, que atuou como chefe de animação em 'A Viagem de Chihiro' e 'Ponyo')

10.  Sonata de Tóquio (Kiyoshi Kurosawa, 2008. uma família aparentemente normal entra em colapso, quando o pai perde o emprego e não sabe como lidar com isso, escondendo da família; o filho mais velho se alista no exército americano; o mais novo, começa a fazer aulas de piano escondido dos pais, e a mãe não encontra forças para uni-los. um pesadelo urbano, com toques de humor negro e incivilidade. vencedor o prêmio de melhor filme asiático do ano. do mesmo diretor: 'Pulse')

Menções honrosas: Fish Story (Yoshihiro Nakamura, 2009), Almas Reencarnadas (Takashi Shimizu, 2005), From Up on Poppy Hill (Goro Myiazaki, 2011),...



Veja ainda: "10 Filmes de Hayao Myizaki", "10 Filmes de Akira Kurosawa", "10 Filmes Japoneses".


quinta-feira, 25 de abril de 2013

10 Filmes com Personagens Muito Idiotas


Muitas comédias fazem bom uso de personagens estúpidos para pontuar sua graça..
Geralmente relegados a personagens coadjuvantes, algumas vezes esses seres desprovidos de inteligência chegam a ser personagens centrais da trama.
Afinal, a lógica do pensamento idiota é engraçada, embora politicamente incorreta.
Selecionei 10 filmes com personagens idiotas, alguns deles vêm em duplas ou até trios.
Estejam à vontade para lembrar de outros nos comentários.

1.  Muito Além do Jardim - Chance (Peter Sellers é um jardineiro simplório, mas um idiota funcional, que passou a vida toda trabalhando num jardim até a morte de seu patrão. ele então é obrigado a deixar a casa. sem nunca ter entrado num carro é atropelado por um milionário. tudo o que ele aprendeu, ouviu na televisão e, repetindo algumas frases feitas, é tomado como um grande filósofo, tornando-se conselheiro e confidente do empresário e até do presidente da república. um grande filme de 1979, pouco lembrado, mas ótimo)

2.  A Pantera Cor-de-Rosa - Jacques Clouseau (Peter Sellers era especializado em papéis de idiotas e sua obra prima foi o desastrado inspetor que entre tombos e acidentes, perseguia um ladrão de jóias. gerou cinco filmes estrelados por ele e ouros dois com Steve Martin no mesmo papel)

3.  O Panaca - Navin (Steve Martin é o filho idiota de uma família negra - digo, afro-americana -, que fica inconformado quando descobre que é adotado... ele resolve sair de casa para conhecer o mundo até que um estranho invento o torna incrivelmente rico. um filme divertido, o primeiro das colaborações entre Martin e o diretor Carl Reiner)

4.  Debi e Lóide - Harry e Lloyd (Jeff Daniels e Jim Carrey são dois grandes amigos, mas são incrivelmente estúpidos. um dia, uma bela mulher deixa uma maleta no saguão do aeroporto, cheia de dinheiro para pagar o resgate do marido, mas o solícito Lloyd acha que ela a esqueceu, pega e tenta devolver. como ela embarca em seguida para Aspen, ele e o amigo decidem ir até lá para entregar a maleta perdida, envolvendo-se em inúmeras confusões. comédia já clássica dos irmãos Farrelly, que vai ganhar uma continuação em 2014 com o elenco original)

5.  Quase Irmãos - Dale e Brendan (John C.Reilly e Will Ferrell são dois idiotas quarentões e desempregados, o primeiro vive com o pai, o segundo com a mãe. quando os pais de ambos se conhecem, começam a namorar e vão viver juntos, unindo também as "crianças", que passam a dividir o quarto. no começo se estranham, mas depois se tornam verdadeiros irmãos. divertido)

6.  Corra que a Polícia Vem Aí! - Frank Drebin (Leslie Nielsen é um tenente da polícia de Los Angeles estúpido e incompetente, que tentará impedir a concretização de um plano para assassinar a rainha da Inglaterra em visita ao país. baseado numa divertida série de televisão, o filme teve outras duas hilárias continuações)

7.  Arizona Nunca Mais - H.I. e Ed McDunnough (Nicholas Cage e Holly Hunter são um casal formado por um ex-condenado com uma ex-policial, que não pode ter filhos e decide roubar um dos bebês quíntuplos de um milionário. mas acabam descobrindo que criar um bebê não é assim tão fácil. ótimo filme dos irmãos Coen)

8.  Os Simpsons, o filme - Homer Simpson (depois de provar ser o mais imbecil de todos os personagens dos desenhos animados da televisão, Homer se supera na versão longa para o cinema. ele acidentalmente polui as águas do reservatório de Springfield, fazendo com que a cidade seja isolada por uma redoma de vidro)

9.  Mr. Bean, o filme - Mr. Bean (Rowan Atkinson se notabilizou com o personagem mais atrapalhado da tv britânica no começo dos anos 1990. neste seu primeiro longa - bem ruim por sinal - ele é escalado responsável pelo transporte de uma valiosa obra de arte de Londres para um museu de Los Angeles e se mete nas suas costumeiras encrencas)

10.  Os Três Patetas - Larry, Curly e Moe (os ingênuos padrinhos desta lista surgiram nos shows de vaudeville do começo do século XX, para ganhar forma numa série de cinema da Fox nos anos 1930 e mais tarde numa série de televisão nos anos 1960. a recente versão de 2012 dos personagens não conseguiu captar sua essência, mas serve para apresentar às novas gerações o trio que fez seus bisavós sorrirem)

Menções honrosas: Quanto Mais Idiota Melhor (Wayne e Garth), Garfield (Odie), Bob Esponja (Patrick), Cantando na Chuva (Lina Lamont), Por Favor, Matem Minha Mulher (Earl Mott), Zoolander (Derek Zoolander), Forrest Gump (Forrest), Procurando Nemo (Dori), De Volta para o Futuro (Goerge McFly), Bill e Ted - Uma Aventura Fantástica (Bill e Ted),  Um Jantar para Idiotas (Barry), Férias Frustradas (Clark Griswold), Johnny English, Billy Madison, Um Convidado Bem Trapalhão (Hrundi V. Bakshi), Borat, Cara Cadê Meu Carro? (Jesse e Chester), Trovão Tropical (Kirk Lazarus), Queime Depois de Ler (Chad Feldheimer),...

Veja ainda: "10 Filmes de Diretores Irmãos"

segunda-feira, 22 de abril de 2013

10 Filmes sobre Pena de Morte


A pena de morte é uma forma de punição criada pelos sistemas judiciários, desde a antiguidade, que permite ao Estado executar condenados por crimes que este considera hediondos.
Este tipo de punição tem permitido abusos desde execuções de opositores políticos, de pessoas que não aceitam a religião ou a moral vigente. Por conta disso já foram e ainda são assassinados ateus, homossexuais, "bruxas", comunistas, direitistas, adúlteros ou sejam quais forem os "crimes" que o sistema de justiça que serve àquela comunidade considera.
Mesmo nos casos de crimes contra a vida, largamente aceitos como justificativa para a pena capital, os abusos acontecem com frequência, graças aos inevitáveis erros de investigação ou julgamento.
Hoje cerca de 73 países ainda permitem a execução de pessoas por injeção letal, eletrecução, enforcamento, apedrejamento, fuzilamento, asfixia... Como já foi no passado por crucificação, fogueira, guilhotina, decapitação, esmagamento por elefante e tantos outros métodos doentios imaginados pelo homem.
Esta lista traz 10 filmes sobre o tema.

1.  Ao Abismo, um Conto de Morte, um Conto de Vida (o cineasta Werner Herzog sempre faz as perguntas certas e sempre está do lado certo. neste documentário, ele investiga a fundo o ambiente onde estavam inseridos dois jovens condenados por triplo assassinato, todos por motivo fútil, no Texas. apesar de entendermos a história de violência e falta de oportunidades, jamais ficamos do lado dos bandidos e ainda assim, o filme nos coloca contra a bárbara pena de morte aplicada nos EUA. um diretor brilhante e um documento essencial para compreendermos a nossa época)

2.  Os Últimos Passos de um Homem (uma freira recebe uma carta de um condenado à morte, que busca conforto e ajuda para tentar reverter sua pena. ela vai visitá-lo e apesar de sua personalidade detestável, racista e misógino, ela acaba por se compadecendo de sua situação, o que revolta as famílias das vítimas. brilhantemente dirigido por Tim Robbins, deu um merecido Oscar a Susan Sarandon e o prêmio de melhor ator em Berlin para Sean Penn. um grande filme baseado em fatos reais)

3.  À Espera de um Milagre (a história contada sob o ponto de vista de um guarda do corredor da morte - Tom Hanks - numa prisão da Louisiana em 1935. fala sobre sua amizade com um prisioneiro negro e grandalhão - Michael Clarke Duncan-, acusado pela morte de duas garotas brancas. dirigido por Frank Darabont, com base num livro de Stephen King, o filme joga um pouco de fantasia sobre o tema, mas levanta a questão das condenações baseadas em racismo. belo e muito emocionante)

4.  As Bruxas de Salém (em 1692, na cidade de Salem, Massachussets, um grupo de adolescentes brinca de fazer um ritual de magia branca para atrair o amor de jovens rapazes. mas a pequena vila puritana vê a brincadeira como bruxaria e, uma a uma vai condenando as garotas envolvidas à forca por envolvimento com o diabo. um exemplo de justiça inspirada por preconceito religioso. baseado numa peça de Arthur Miller, na verdade uma metáfora sobre o macarthismo)

5.  Capote (em 1959, o sofisticado escritor Truman Capote decide investigar o assassinato brutal de uma família do interior do Kansas, como material para seu novo livro. ele viaja até o local e inicia uma série de entrevistas com os assassinos, condenados à morte. acaba se envolvendo com um deles e, entre a atração e o interesse em compor um grande livro, contrata advogados para adiar sua execução. grande atuação de Philip Seymour Hoffman, ganhador do Oscar)

6.  Pierrepoint, o Lavador de Almas (a história real de Albert Pierrepoint, o mais notório e último carrasco da Grã-Bretanha, que entre 1932 e 1955 enforcou cerca de 608 pessoas entre condenados pela justiça e prisioneiros nazistas. ele seguiu os passos do pai e do tio, também executores, e exerceu sua profissão com competência e dignidade. ótima atuação de Timothy Spall)

7.  Quero Viver! (Barbara Graham era uma prostituta, mentirosa compulsiva que é presa por perjúrio. quando sai da cadeia, envolve-se com marginais perigosos e é novamente presa. acusada por eles como assassina e sem credibilidade perante a justiça, ela acaba sendo condenada à morte e executada na câmara de gás em 1955. dirigido por Robert Wise, baseado numa história real, deu a Susan Hayworth o Oscar de melhor atriz)

8.  Glória Feita de Sangue (em 1916, durante a primeira guerra, um general francês ordena um ataque suicida e, como nem todos os seus soldados, puderam avançar, ele determina que os sobreviventes sejam mortos por covardia, justificando seu erro de estratégia. como sua ordem absurda não é obedecida, exige o julgamento e execução de três soldados para servirem de exemplo. primeiro grande filme de Stanley Kubrick)

9.  A Tênue Linha da Morte (em 1976, uma abordagem de trânsito rotineira resulta no assassinato de um policial. dez anos mais tarde, um homem está na fila de execução pelo crime. o diretor Errol Morris, acreditando na inocência do condenado, decide investigar o ocorrido e realizar um documentário, onde expõe os erros absurdos do corrupto sistema de justiça do Texas. sua pesquisa resulta no cancelamento das penas e posterior libertação do condenado. mais tarde, ele viria a processar o diretor - que na prática salvou sua vida - por "usar a história da sua vida sem autorização". o cinema usado como arma social)

10.  A Vida de David Gale (um professor de filosofia - Kevin Spacey -, ativista contra a pena de morte é acusado de estupro e assassinato de uma colega ativista e colocado, ele mesmo, no corredor da morte por seis longos anos. dias antes de sua execução, ele manda chamar uma repórter pouco experiente - Kate Winslet - para quem promete contar "a verdade" sobre os fatos. bem interpretado e dirigido como um thriller por Alan Parker, o filme chega a uma solução final inverossímil e desonesta com o espectador)

Menções honrosas: A Canção do Carrasco, A Marca da Forca, A Busca pela Justiça, A Última Ceia, Possuídos, Shocker, Crime Verdadeiro, Monster, Entre a Vida e a Morte, A Primeira Página, Nicholas e Alexandra, Justa Causa, No Corredor da Morte, Jesus de Nazaré,...

Veja ainda: "10 Filmes Dirigidos por Diretores Irmãos"

quarta-feira, 17 de abril de 2013

10 Filmes da Dinamarca


A Dinamarca é uma monarquia parlamentarista situada na escandinávia, Europa setentrional e membro da comunidade europeia. Tem uma área e um PIB igual ao estado do Rio de Janeiro, mas um terço da população. É também o país menos desigual e, segundo pesquisas, o mais feliz do mundo.
A história do cinema dinamarquês é muito rica e seu maior nome é Carl Theodor Dreyer, um dos grandes gênios percursores do cinema, que começou a fazer filmes na década de 1910.
Especialmente depois dos anos 1990, tornou-se uma das cinematografias mais originais e estimulantes do mundo.
Um dos motivos foi o manifesto Dogma'95 que possibilitou o surgimento de uma nova geração de cineastas como Lars von Trier, Thomas Vinterberg e Susanne Bier, entre outros.
O manifesto limitava as condições técnicas dos filmes, o que na prática possibilitava a produção de obras mais baratas e experimentais.
Esta lista traz, como sempre, apenas 10 filmes de uma filmografia imensa. Para facilitar, coloco apenas um filme por diretor (todos dinamarqueses), sendo que alguns deles mereceriam suas próprias listas,

1.  A Caça (Thomas Vinterberg, 2012. Mads Mikkelsen é um recém-divorciado, que trabalha numa escola infantil e é vítima da mentira de uma criança, que torna sua vida na comunidade insuportável. um filme urgente e brilhante sobre a sociedade atual, que prende a atenção do início ao fim. Vinterberg é um dos fundadores do Dogma, autor de filmes como 'Festa de Família' e 'Submarino') 

2.  Pusher (Nicolas Winding Refn, 1996. um pequeno traficante de Copenhage entra em desespero depois de um negócio fracassado o deixar com uma enorme dívida com o chefão das drogas. primeira parte da vibrante trilogia das drogas, que lançou Refn. mais tarde o diretor viria a realizar 'Bronson' e 'Drive')

3.  A Festa de Babette (Gabriel Axel, 1987. baseado num livro de Karen Blixen. uma misteriosa francesa emprega-se na casa de duas irmãs num pequeno povoado dinamarquês. um dia ela ganha uma pequena fortuna na loteria e para retribuir a acolhida da comunidade faz um banquete inesquecível para eles. vencedor do Oscar de filme estrangeiro em 1988, chamou a atenção do mundo para o cinema dinamarquês)

4.  Pelle, o Conquistador (Bille August, 1987. versão do clássico da literatura de Martin Andersen Nexø. conta a história de um grupo de imigrantes suecos, que no final do século 19 mudam-se para uma ilha dinamarquesa em busca de uma vida melhor. entre eles está Lasse - Max von Sydow - e seu filho Pelle. eles são tratados com preconceito, mas nunca desistem dos seus sonhos. um belo filme, que ganhou outro Oscar em 1989 e mais a Palma de Ouro em Cannes. abriu espaço para August realizar 'As Melhores Intenções' - outra Palma de Ouro em 1992 -, 'A Casa dos Espíritos' e 'Marie Krøyer')

5.  O Amante da Rainha (Nikolaj Arcel, 2012. uma jovem rainha, casada com um rei louco - Mikkel Boe Følsgaard -, apaixona-se pelo médico de seu marido - Madds Mikkelsen, sempre ele - e, juntos começam uma revolução, que mudou a história da Dinamarca. ótimo drama histórico, indicado ao último Oscar, com bela direção de arte. o diretor já está preparando seu primeiro filme americano 'The Power of the Dog')

6.  Os Idiotas (Lars von Trier, 1998um grupo de jovens intelectualizados resolve se passar por retardados, como forma de protesto e anarquizar a sociedade. um dos últimos filmes de Von Trier na Dinamarca, feito segundo os parâmetros do manifesto Dogma 95. é hoje um dos grandes nomes do cinema mundial, com filmes como 'Dançando no Escuro', 'Dogville' e 'Melancolia'. já está merecendo uma lista só dele)

7.  Em um Mundo Melhor (Susanne Bier, 2010um médico dinamarquês divide o tempo entre seu trabalho humanitário na África, onde é ameaçado pelas violentas milícias e sua idílica vida no país natal. onde seu filho mais velho tenta lidar com o bullying na escola com a ajuda de seu novo melhor amigo, que perdeu a mãe e foi morar com o pai. bom filme, ganhador do Oscar de Filme Estrangeiro de 2011. Bier também participou do Dogma com 'Corações Livres' e fez sucesso com 'Depois do Casamento', 'Brødre, 'Coisas que Perdemos pelo Caminho', o recente 'Amor é Tudo o Que Você Precisa' e lança em setembro de 2013 'Serena' com Jennifer Lawrence e Bradley Cooper)

8.  Teddy Bear - 10 Horas Até o Paraíso (Mads Matthiesen, 2012. um fisiculturista de 38 anos vive com a mãe e nunca teve uma namorada. quando o tio dele casa-se com uma tailandesa, ele resolve fazer o mesmo caminho e viaja para a Tailândia em busca de um casamento. um romance singelo e nada convencional. boa estreia do diretor em longas)

9.  Praga (Ole Christian Madsen, 2006Mads Mikkelsen é um homem que viaja com a esposa para a capital tcheca para trazer de volta o corpo do seu falecido pai. lá descobre que nada sabia sobre ele ou sobre os estranhos costumes do país. um filme simpático e irônico, que brinca com a estranheza dos dinamarqueses em contato com outras culturas, tema que o diretor repetiria em 'Superclásico', passado em Buenos Aires. ele ainda dirigiu 'Flammen e Citronen' sobre dois heróis da resistência na segunda guerra)

10.  Sequestro (Tobias Lindholm, 2012. um navio de uma transportadora dinamarquesa - um dos pilares da economia do país - é tomado por piratas na costa das Somália e seus tripulantes mantidos reféns por mais de quatro meses de desgastantes negociações entre o CEO da empresa e os sequestradores. bom filme, tenso e sem pirotecnias. vencedor do último Bodil Awards, o Oscar dinamarquês)

Menções honrosas: Nothing's All Bad (Mikkel Munch-Fals, 2010), Broderskab (Nicolo Donato, 2009), As Maçãs de Adam (Anders Thomas Jensen, 2005), Pretty Boy (Carsten Sønder, 1993), Dançando pela Vida (Kaspar Rostrup, 1989), Terribly Happy (Henrik Ruben Genz, 2008), Além do Desejo e En Familie (Pernille Fischer Christensen, 2006 e 2010), A Palavra e Gertrud (Carl Theodor Dreyer, 1955 e 1964),...

Veja ainda: "10 Filmes de Diretores Irmãos"

sexta-feira, 12 de abril de 2013

10 Filmes sobre Secretárias


Secretárias(os) ou "assistentes administrativos", como é politicamente correto chamar, costumam estar no nível hierárquico mais baixo das empresas. Mas, por outro lado, detém prestígio e influência, graças à sua proximidade com os poderosos.
O cinema já retratou as secretárias - na maioria das vezes mulheres - inúmeras vezes, algumas delas com maior destaque.
Veja uma lista com 10 filmes sobre essas assistentes tão imprescindíveis na nossa vida.

1.  A Datilógrafa (Rose Pamphyle / Déborah François. deliciosa comédia romântica francesa sobre uma linda garota do interior, que não quer levar a vida programada pelo pai e vai atrás de uma vida mais moderna. torna-se secretária de um agente de seguros - Romain Duris -, com quem sonha se casar e, com empenho dele, participa de um concurso internacional de datilografia. divertidíssimo!)

2.  Secretária (Lee Holloway / Maggie Gyllenhaal. depois de passar um tempo num sanatório, uma garota faz um curso de secretária e acaba sendo contratada por um estranho advogado - James Spader -, com quem desenvolve uma relação muito além de profissional. uma espécie de '50 Tons de Cinza' original, o inesperado encontro entre um sádico e uma masoquista. diferente e divertido)

3.  O Diabo Veste Prada (Andy Sachs / Anne Hathaway e Emily / Emily Blunt. uma jornalista recém-formada, vinda do interior para Nova York, consegue seu primeiro emprego como assistente da mais prestigiada editora de moda do mundo - Meryl Streep. mas logo ela vai perceber que sua vida não será nada fácil. com a ajuda de outra secretária mais experiente, ela terá que sobreviver ao diabo)

4.  Uma Secretária de Futuro (Tess McGill / Melanie Griffith e Cyn / Joan Cusack. uma secretária inteligente e agressiva, percebe que sempre será vista como uma mera secretária e jamais vai subir na vida, se não vencer esse preconceito. ela descobre que sua nova chefe - Sigourney Weaver - pretende utilizar suas ideias em benefício próprio e, quando esta sofre um acidente de esqui, aproveita para passar-se por ela. as melhores falas do filme e os piores penteados são as da sua melhor amiga e também secretária - Joan Cusack. uma ótima comédia de Mike Nichols, vencedora do Oscar de canção para Carly Simon e indicada a outros cinco Oscars, incluindo filme, diretor, atriz e atrizes coadjuvantes)

5.  Como Eliminar seu Chefe (Judy Bernly / Jane Fonda, Violet Newstead / Lily Tomlin e Doralee Rhodes / Dolly Parton. três assistentes de um chefe machista e estúpido, planejam tomar conta do escritório, acabando com os assédios e a ineficiência. fantasiam como seria sequestrá-lo e eliminá-lo. a cantora Parton, em seu primeiro filme, rouba a cena como a secretária loira, que todos pensam que tem um caso com o chefe. comédia divertida e despretensiosa dos anos 1980) 

6.  A Proposta (Andrew Paxton / Ryan Reynolds. uma executiva arrogante - Sandra Bullock - se vê em maus lençóis quando é ameaçada de deportação, por ser canadense e estar trabalhando ilegalmente nos EUA. ela então usa seu poder para forçar seu jovem secretário a casar-se com ela, para que ela consiga o visto. ele aceita, em troca de uma promoção. comédia romântica, sucesso de bilheteria)

7.  Os Caça-Fantasmas (Janine Melnitz / Annie Potts. ok, o filme não é sobre a secretária, mas ela é a melhor coisa deste clássico dos anos 1980 ao lado do boneco de marshmallow. três professores de parapsicologia decidem montar um negócio para caçar fantasmas em Nova York e contratam uma secretária amalucada para ajudá-los)

8.  Erin Brockovich (Erin Brockovich / Julia Roberts. uma mãe solteira de três filhos, desempregada, consegue um emprego de secretária num pequeno escritório de advocacia. quando descobre que a água de uma cidade estaria sendo contaminada por uma grande empresa de gás, convence seu chefe a investigar e torna-se ela mesma, a conselheira legal num caso de 333 milhões de dólares. baseada em fatos reais, deu o Oscar a Julia Roberts)

9.  Psicose (Marion Crane / Janet Leigh. a secretária de uma imobiliária, recebe um envelope com 40 mil dólares em dinheiro de um cliente e sai mais cedo numa sexta-feira para depositar o valor. mas, como ela terá dois dias para ser descoberta, decide fugir com o dinheiro sem destino pela estrada, até encontrar um motel fora da estrada para hospedar-se... pela última vez) 

10.  007 A Serviço Secreto de Sua Majestade (Moneypenny / Lois Maxwell. um dos personagens mais presentes nos filmes de James Bond é a secretária articular de M no MI-6 que vive acobertando as escapadas de Bond com as mulheres. Maxwell viveu a personagem 14 vezes, mais que qualquer um dos atores que viveu o agente. suas participações costumam ser pequenas, uma das mais relevantes foi no único interpretado por George Lazenby, onde ela impede que Bond se demita)

Menções honrosas: Ambição Fatal (Kris Bolin), Homem de Ferro (Pepper Potts), Primavera para Hitler (Ulla), Ninguém Segura essa Garota (Katie),... 

Veja ainda: "10 filmes sobre Chocolate"


PS: Esta lista foi feita por sugestão do leitor Igor. Obrigado! Continuem enviando sugestões!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails